Jovem Pan Online - RSS

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA




PINGOS NOS IS I

Com o crescimento de audiência do Blog começam a surgir especulações acerca de quem, realmente, está por trás dessa publicação. As manifestações chegam em forma de comentários sobre postagens, por e-mail (clmessias@gmail.com, base da conta no Blogger do Google). Como está claro na apresentação do Blog, a conta foi criada em 2007, ficou inativa até janeiro de 2013 e, desde então, passou a ter frequência diária de postagens. Quem quiser especular algo em torno disso, que retroaja 6 anos no tempo. Muitos ver-se-ão na puberdade ainda.

PINGOS NOS IS II

Outro assunto que precisa ficar muito claro é minha nenhuma relação editorial ou profissional com o excelente portal Assiscity. Fui, lá, colaborador na forma de colunista. Colunista articulista, ou seja, dentro dos gêneros do jornalismo online, um agente externo à empresa, que pertence, em sociedade, à minha amiga Bruna Fernandes, uma jornalista brilhante, dinâmica, que está no meu rol de profissionais da comunicação que merecem o extremo respeito. Em alguns comentários de internautas, feitos aqui no Blog, sugeriu-se que eu fosse proprietário ou sócio daquele, repito, excelente portal. Isso – minha sociedade/propriedade - jamais aconteceu.

PINGOS NOS IS III

Enfim, também não será pelo lado partidário que se chegará a conclusões outras sobre a exclusividade, minha, de autoria sobre todos os conteúdos cá publicados no Blog. Político eu nunca fui, apesar de reconhecer, cientificamente, que a função de comunicólogo caminha pelas vertentes políticas ora de direita, ora de esquerda. Nunca tive filiação a partido algum e o máximo de representação que já assinei foi como conselheiro do Vocem e do Clube Atlético Assisense. Minhas funções políticas eu reservo à Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, a Intercom, onde sou sócio-nucleado do Grupo de Pesquisa Comunicação e Educação.

DO NADA AO TUDO

O avanço do Clube Atlético Assisense para a terceira fase da Segundona do Campeonato Paulista convenceu dois profissionais da comunicação, conhecidos nos meios esportivos da cidade, a ao menos tentar viabilizar a montagem de uma equipe de cobertura. Luiz Marcos Pereira sinalizou com essa possibilidade no início da semana passada. Já Carlos Perandré e Ivan Serra aguardaram a classificação do time nesse domingo. Duas equipes distintas, uma emissora em foco: a Difusora AM. Luiz Marcos lá esteve em 2004 e teria preferência.

DESPESAS

Postei, no domingo, que os 4 clubes do Grupo 18, do Assisense, somarão, juntos,  8.308 km de trajetos na terceira fase. Haja, portanto, despesas com deslocamento das equipes, incluindo fretamentos de ônibus, hotéis e alimentação. Eduardo Almeida, da diretoria do Falcão do Vale, complementou minha postagem, no Facebook, com informações interessantes. Segundo ele, até aqui o Assisense já percorreu 1.092 km na primeira fase e outros 2.448 km na segunda fase, encerrada em Fernandópolis.

ESPAÇO I

Na semana decisiva para o destino de Tupã, Assisense e XV de Jaú a TV Tem, afiliada da Globo, praticamente deu as costas para a Segundona do Campeonato Paulista. Novamente, não mandou equipe a Assis para cobrir Assisense 2x1 Taboão, na tarde da quarta passada. Pior, preferiu fazer comercial das academias que os gêmeos Minotauro e Minotouro, do UFC, estão montando pelo interior do país e não deu uma nota sequer sobre os três times de futebol.

ESPAÇO II

Enquanto isso, a Rede Record vai consolidando seu espaço no jornalismo regional. Enviou equipe a Assis na quarta e fala diariamente de Assisense, Tupã e XV de Jaú em seus telejornais regionais, além de projeto os times em rede nacional através do canal de notícias 24 horas  RecordNews.

NÃO PARA

Assis continua na mira das grandes redes de lojas. O mercado imobiliário local recebeu consulta para instalação de um empreendimento voltado a materiais escolar e de escritórios. Seria a efetivação da vinda da Kalunga, segundo analistas. A brecha nesse nicho de mercado está aberta desde o fechamento da tradicional livraria e papelaria Imperial.

APROVADO

Fiz compra de semana na nova loja da Rede Avenida e gostei. Fui, na semana passada, ao Avenida Premium, antigo Vitória, e, em um passado mais distante, A Barateira. Compacta, a loja atende quem tem pressa e, principalmente, foi contemplada com gerência e atendentes que estampam sorriso no rosto. Ênfase de aprovação ao setor de hortifrútis.

TUDO

Também deixei para ir somente agora à loja local do Walmart.  Enfim, a opção que Assis precisava para comprar, a preço justo, produtos de informática e, principalmente, utilidades para a casa. Ter, por exemplo, iPad mini à pronta entrega deixou de significar pegar o carro e ir até Marília, Prudente ou Londrina.

SEM PREÇO

Nessa rotina de consumo não deixo de passar pelo SuperBom, onde encontro, além de marcas alternativas, mercadorias do meu apreço em carnes, pães e farináceos. Agravante, contudo, o problema de cada vez mais haver mercadorias sem preço nas gôndolas.

ALTERNATIVO I

Já a feira da Aprumar, às sextas, está cada vez menor no quesito oferta de hortifrútis. É lá que encontro a melhor tangerina da cidade, bem como mandioca, verduras, tomate e alho. Como a rotina impede que nós, daqui de casa, compareçamos à feira semanalmente, ficamos com a sensação de que as bancas desse setor estão cada vez mais reduzidas.

ALTERNATIVO II

Os preços de hortifrútis na Aprumar são competitivos e mesmo que em alguns itens estejam centavos acima da média do mercado, compensa fazer a visita. Opção, por exemplo, de comer pamonha salgada com a cortesia de um café preto passado no coador de pano. Ou, então, degustar o lote de café que fora moído e colocado em comercialização. Exclusividade de lá, também, saber  direto da fonte que a alta nos preços de verduras e legumes, nas últimas semanas, deveu-se às geadas de 20 dias atrás.

URBANO

Paula Camargo, esposa de meu amigo André Amaral, do Globoesporte.com, lançou sábado, no Rio, a publicação “As cidades, a cidade – política r arquitetura no Rio de Janeiro”, pela Folha Seca. O evento reuniu amigos na livraria homônima à editora, na rua do Ouvidor, centrão do Rio.

COMPETÊNCIA

Minha ex-aluna Gabriela Paduan acaba de assumir a assessoria de imprensa da Prefeitura de Pirapozinho. Formada em Jornalismo pela Uniesp, de Presidente Prudente, ela está concluindo a segunda habilitação em Comunicação Social, agora em Publicidade e Propaganda.

CHINA

O Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores da Unesp/Assis está oferecendo curso gratuito de mandarim. A professora que dará as aulas chegou da China na semana passada, trazida pelo Instituto Confúcio. As vagas, extremamente limitadas, serão preenchidas durante esta semana. Interessados devem procurar pessoalmente o Centro de Línguas, no período diurno. O curso é aberto à comunidade em geral e, preferencialmente, os interessados devem ter domínio intermediário da língua inglesa.

IMPASSE

Com o fim da paralisação de professores e alunos, na semana passada, a Unesp teve retomada parcial das aulas. É que os funcionários continuam em greve ao menos até o início dessa semana, quando ocorre derradeira assembleia. Há solidariedade dos docentes para com os servidores, em reconhecimento à real desvalorização salarial de algumas categorias, agravada desde o início do Plano Real, quase 20 anos atrás.

FÊNIX

A marca NovAmérica emerge. Passados 5 anos desde a surpreendente entrada do grupo Cosan nas ações da empresa a reestruturação é suficiente para novas ações no mercado. Sinais de esperança, assim, para que o projeto da Ficar seja retomado.

CÁ ENTRE NÓS...


... não é cedo demais para a base aliada da Baixada da Taboa romper com o sapo mor?

Um comentário :

Anônimo disse...

Cláudio a rede Lojas Renner adquiriu um imóvel na Av Rui Barbosa, da família Tirolli e deve abrir sua unidade em Assis em 2014.
A ex-dona do imóvel confirmou.
O local é onde hoje funciona o bar do raul e outros...em um local bem privilegiado....
Abraços

Marcus / Assis SP