Jovem Pan Online - RSS

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA



VISÃO

A empresa de meu amigo Rodrigo Vela, a Rodrigo Produções, torna-se gradativamente a produtora de audiovisual mais viável no atendimento ao mercado publicitário do Médio Paranapanema. Com investimento focado na aquisição de equipamentos de primeira linha, o produtor ficou conhecido, desde o final do ano passado, por trabalhar com uma grua na cobertura de casamentos religiosos na região.

VISÃO II

Rodrigo, em 2012, teve um vídeo que, postado no Youtube, virou hit no Brasil e no mundo. “Dança do Romarinho”, gravação de Ely Marco & Maraí, foi visualizado 37.753 vezes na rede social e transformou-se em um marco nas grandes produções da RP.

VISÃO III

Nessa semana entrou no ar uma campanha da rede ConstruSete, uma cooperativa que reúne empresas que revendem materiais de construção no Vale Paranapanema. Em parceria com a B&M, empresa de comunicação de outro grande amigo, Marcos Biondi, a campanha ConstruFest, produzida pela Rodrigo Produções, ganhou as telas das TVs Fronteira e Tem, abarcando as macrorregiões de Presidente Prudente e Bauru.

NA TELA

A Rede Vida depende de detalhes técnicos para confirmar a transmissão da partida Assisense x Taboão, pela Segundona, na quarta-feira, 14, no Tonicão. O horário do jogo (15h00), em dia útil, não favorece. É grande, contudo, a chance de o torcedor assisense ver o Falcão do Vale na telinha no fechamento da segunda fase, em Fernandópolis.

REFORÇO

Por falar em Assisense, chegou a Assis nessa semana o goleiro Wander, vindo do São José. Será reserva de Carlão, um dos melhores jogadores do Falcão do Vale, até aqui, na Segundona. Contratação estratégica, pois Carlão tem mais de 23 anos e, pelo regulamento, somente 3 jogadores acima dessa idade podem ser listados para ficar à disposição dos treinadores. Assim, com Wander no gol, o Assisense poderia contar com 3 atletas mais experientes na linha.

PENSAMENTO POSITIVO

Alguns inexperientes na crônica esportiva definem como pessimismo ou falta de apoio minhas colocações sobre a campanha do Assisense até agora na Segundona. Não me escoro nas quase três décadas de jornalismo que carrego na carteira profissional para dizer que entendo de futebol, pois, realmente, pouco entendo. Mas, uma coisa garanto: sei, e bem, separar paixão e emoção no exercício da escrita. Ser jornalista esportivo com a emoção é elevar a credibilidade junto à hegemonia e afundar a reputação junto ao público. Em tempo: respeitar a opinião da torcida, pois, faz parte da tal da democracia da comunicação.

CONTAS

O Assisense precisa somar ao menos 5 pontos nas três partidas que disputa no returno da segunda fase da Segundona e, assim, sonhar com mais uma sofrida classificação, na última rodada. Sim, quero dizer que dependendo das circunstâncias um empate domingo que vem, frente ao forte Diadema, não significará o fim do mundo, desde que vençamos o Taboão na quarta, dia 14, e seguremos o empate em Fernandópolis, dia 18.

CONTAS II

Uma derrota para o Diadema significará a necessidade, na sequência, de vencer o Taboão, em casa, e o Fernandópolis, fora. Ainda assim, disputando a condição de um dos quatro melhores terceiros colocados que avançam para a terceira fase. Vale lembrar que se a segunda fase tivesse terminado domingo passado, o Falcão do Vale estaria, hoje, fora da terceira fase.

CIRCO ARMADO

Como anunciado aqui, neste espaço, meses atrás, a franquia local da Todo Poderoso, loja oficial do Corinthians, será instalada na rua Floriano Peixoto. Fora, portanto, do tradicional eixo da Rui Barbosa e dentro do novo circuito comercial da cidade.

VOO ALTO

O jornal Correio Assisense, de meu amigo Eli Elias, completou nessa semana a 10ª edição. Impresso na gráfica do Oeste Notícias, em Presidente Prudente, tem tiragem de 1.200 exemplares e pode tornar-se diário até o final do ano.

INTERNACIONAL

Assis será sede, no final de agosto, de uma festa que reunirá dois destaques da música eletrônica das pistas: o melhor DJ do Brasil e aquele que é considerado um dos 5 melhores do mundo na atualidade. O evento acontecerá no CAMA.

ESSES GPS...

Recebemos, em casa, a visita de Daniel Riggs, estudante de doutorado em Linguística pela Georgetown University, de Washington. No domingo, ele havia alugado um carro em Brasília e, pela manhã, seguido até Assis, instruído pelo GPS. Eis que a orientação via satélite indicou o caminho Brasília>Uberlândia>Ribeirão Preto>Assis. Quase três horas a mais de viagem, que no Google Maps se resumem a 30 minutos.

VAZIO

Daniel Riggs encontrou um campus de Assis esvaziado pela greve de professores, funcionários e alunos. Apresentou parte de sua pesquisa a um grupo de 6 estudantes que, vinculados ao Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores da Unesp/Assis, desenvolvem pesquisas e projetos relacionados a línguas estrangeiras modernas e são contrários à greve.

PREÇO

Fui à feira do produtor, na Aprumar, sexta passada. E deparei com reduzido número de bancas de produtores que revendem hortifrútis. O pouco que encontrei, porém, foi muito satisfatório. Tangerina legítima, mandioca, alface e tomate, entre outros produtos, a preço bem abaixo do que encontro em supermercados. Ênfase à mandioca, cujo pacote de 1 kg saiu por R$ 2,50. No supermercado encontrei pelo mínimo de R$ 3,80 e o máximo de R$ 4,80.

CÁ ENTRE NÓS...


... quem administra e se responsabiliza, hoje, pela água e pelo esgoto de Assis?

Nenhum comentário :