Jovem Pan Online - RSS

sábado, 3 de agosto de 2013

Fernandópolis arranca empate em Taboão e favorece Assisense

Cláudio Messias*

A rodada quase terminou trágica para o Assisense no encerramento do primeiro turno da segunda fase da Segunda Divisão do Campeonato Paulista. No gramado sintético do reinaugurado estádio municipal "Vereador José Ferez", em Taboão da Serra, a equipe local saiu na frente no placar contra o Fernandópolis, no primeiro tempo. Mas,no final do segundo tempo, repetindo o que fez em Assis, o Fefecê arrancou o empate, deixou o placar em 1 a 1 e favoreceu o Assisense.

À tarde o Falcão do Vale havia sido derrotado pelo Diadema por 2 a 1, de virada. E com a vitória parcial do Taboão os assisenses conheciam o que era ficar em último lugar no grupo 9, sozinhos. Com o resultado final de 1 a 1 o Assisense empata em pontos com o Taboão e encerra o primeiro turno da segunda fase na terceira colocação, favorecido pelo critério de desempate de gols marcados (tem 1 gol a mais).

Agora, o Falcão do Vale e os demais clubes folgam a semana inteira e voltam a campo no domingo que vem, dia 11. Serão repetidos os confrontos da terceira rodada, agora com inversão de mando de campo. Assim, o Assisense receberá o Diadema, no Tonicão, às 10 horas da manhã desse Dia dos Pais. A pressão passa a ser total, pois se não vencer o jogo em casa o time de Assis pode, desde já, começar a dar adeus à classificação para a terceira fase, uma vez que está a 3 pontos do segundo colado Fernandópolis, contra quem encerra o returno no dia 18 de agosto, fora de casa.

O Assisense faz dois jogos consecutivos em Assis. Depois do confronto contra o Diadema o Falcão do Vale recebe, no Tonicão, o reabilitado Taboão. O jogo acontece já na quarta-feira, dia 14, às 15 horas, no Tonicão. Fazer o dever de casa continua sendo obrigação, pois pelos meus cálculos a classificação para a terceira fase depende do mínimo de 9 pontos. Hoje, o Assisense soma apenas 2 pontos em 9 disputados. Para chegar aos 9 pontos que imagino necessários precisa vencer Diadema e Taboão, em casa, e ao menos empatar com o Fefecê em Fernandópolis, na última rodada.




*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Nenhum comentário :