Jovem Pan Online - RSS

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Empate heróico mantém Assisense na briga pela vaga

Cláudio Messias*

Teve ares de dramaticidade o jogo entre Paulistinha x Assisense, agora à noite, no estádio municipal "Luiz Augusto de Oliveira", em São Carlos. O time de Assis jogou mais da metade do segundo tempo com um jogador e menos e ainda assim conseguiu buscar o empate em 1 a 1. A equipe de São Carlos estava vencendo desde a primeira etapa.

Não fui a São Carlos e, portanto, nada posso comentar sobre o jogo. O parâmetro que poderia ter estava na transmissão da equipe de esportes da Rádio São Carlos AM, sintonizada em sua versão online. Mas, os colegas de imprensa esportiva daquela cidade elogiavam a equipe local enquanto o placar era favorável e passaram a tecer críticas depois do empate. Ficou difícil entender a realidade do jogo.

Na prática, o Assisense sai de São Carlos com um empate que tem sabor de vitória. Deixou de perder 3 pontos e ganhou 1 importante ponto na trajetória que busca a classificação para a quarta fase. A equipe teve Kairo expulso no início da etapa complementar, por simulação de falta. Como já tinha cartão amarelo, deixou o Assisense com um a menos durante mais de meia hora. O atacante Jaílton empatou o jogo aos 37 minutos finais.

Na soma de desfalques o time de Assis terá ainda mais prejuízos para o próximo confronto, em Olímpia, no domingo. Além de Kairo, o volante Fernando cumprirá suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo recebido hoje em São Carlos. O jogador, na minha opinião, é o principal articulador do meio-campo do Assisense, responsável pela marcação, mas, principalmente, pelas saídas rápidas de bola. Fará falta, com certeza.

Olho para a tabela de classificação e continuo vendo o Assisense como favorito a uma das duas vagas. Esperemos o jogo de domingo, com o Olímpia, para tirarmos conclusões sobre esse adversário direto. O Paulistinha, a meu ver, tem falhas táticas que agravam seus planos e talvez não consiga avançar com a força necessária. Já o União Suzano teria de protagonizar o maior milagre do campeonato para reverter sua condição de pré-eliminado no grupo.

Mas, o foco é o Olímpia, que surpreendeu a todos. Tem a mesma pontuação do Assisense, porém soma 2 gols a mais de saldo, favorecido pela impressionante goleada de ontem sobre o União, em Suzano, por 6 a 2. Pelos desfalques que o Assisense tem, o melhor, domingo, será buscar novo empate, na tentativa de segurar os empolgados donos da casa. Cumprida essa meta as duas equipes terminam o primeiro turno somando 5 pontos. Por mais que o Paulistinha obviamente vença o União, no domingo, empatará em pontos com os dois primeiros colocados e somente embolará as contas, sem complicar a situação do Assisense.

Para o time de Assis a tabela favoreceu novamente, como já disse aqui, no Blog. Vira um privilégio fazer os dois primeiros jogos do returno no Tonicão. Caso o Assisense consiga segurar o empate em Olímpia, domingo que vem, volta para cá com 5 pontos e, fazendo o dever de casa, somará 6 pontos em duas vitórias, totalizará 11 pontos e garantirá uma das duas vagas. Na última partida do returno, em Suzano, poderá garantir a liderança do grupo 18 com um empate ou uma vitória sobre o irregular Suzano.

Viagens - O Assisense passa a noite em São Carlos, hoje, e amanhã segue para Novo Horizonte. Lá, permanece até sábado, treinando, e viaja para Olímpia, onde, no estádio municipal "Tereza Breda", enfrenta o time local. No retorno a Assis haverá uma semana de trabalhos, pois o returno começa no dia 8, com o jogo de volta Assisense x Olímpia, no Tonicão.





*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Um comentário :

Ike disse...

Acompanhei também o jogo, só que pelo placar online do site da Federação Paulista. O empate, acredito que foi muito importante pelas contas, para a classificação. Vamos torcer para a equipe voltar de Olímpia com um resultado positivo, seja vitória ou empate, e na volta do turno, tem a obrigação de vencer os 2 jogos restantes em casa. Essa "bezinha" como todos dizem, é assim; fazer valer o fator casa é fundamental para a equipe quer subir para a A-3.
Estamos na torcida e acreditamos na equipe e em todos envolvidos nesse projeto.

Abraço!


Luiz Henrique Moretto
Lençóis Pta-SP


Enviado via iPhone