Jovem Pan Online - RSS

terça-feira, 7 de julho de 2015

RANKING DAS BILHETERIAS - Inter de Bebedouro bate novo recorde de público

Cláudio Messias*

Não é por falta de apoio que a Inter de Bebedouro deixará de se classificar para a Segunda Fase da Segundona 2015 e, assim, brigar por uma das vagas na Série A-3 de 2016. O clube reagiu na metade do primeiro turno, subiu na tabela de classificação e, assim, começou a levar uma multidão ao estádio Sócrates Stamato. Bate, a cada jogo mandado, recorde atrás de recorde de público.

No domingo houve um motivo especial para o público encher as arquibancadas do Sócrates Stamato. O confronto era com o rival Olímpia, terminou 1x1, e levou 2.540 pagantes. Dinheiro nos cofres do clube mandante, que arrecadou R$ 31.475,00, que aplicados a despesas de R$ 2.214,00 resultaram em renda líquida de R$ 27.626,00. Nada mal para uma divisão com altos custos e nenhum apoio da Federação Paulista de Futebol.

Em Bebedouro a prática de preços da Inter varia de setor para setor do estádio Sócrates Stamato. As cadeiras, por exemplo, são comercializadas a R$ 40. Mas, é o setor de arquibancada que leva a multidão ao estádio. Domingo passado, 1.500 ingressos foram vendidos para esse setor, gerando R$ 22.500,00 de renda só ali. E o detalhe mais interessante é que a Inter mandou confeccionar exatamente 2.450 ingressos junto à empresa que detém os direitos de produção de bilhetes de acesso a estádios. Segundo os jornalistas que cobrem a Inter, se fossem colocados à venda 3 mil ingressos, três mil teriam sido vendidos.

Na parte oposta do Ranking de Bilheterias monitorado pelo Blog aparece, também, o pior público dessa temporada, registrado também no final de semana passado. Com transmissão ao vivo pela Rede Vida e tudo o Taboão da Sera levou somente 8 pagantes ao estádio José Ferez. A vitória sobre o Suzano (3x1) 'rendeu' R$ 104,00 em arrecadação, ante despesas de R$ 525,40 e prejuízo final de R$ 421,40. Ao todo, na temporada, o Taboão levou 743 pagantes aos jogos em que foi mandante.

Em Assis o Vocem registrou público razoável na derrota para o Noroeste (1x0), domingo pela manhã. O Esquadrão da Fé levou 447 pagantes ao estádio Tonicão e, assim,, mantém-se como segunda agremiação em arrecadação de bilheteria no certame. Arrecadação de R$ 4.020,00, com despesas totais de R$ 985,18 e renda final de R$ 3.034,82. No ano, 4.286 torcedores pagaram ingressos para ver os jogos do Vocem em Assis, segunda melhor média da temporada.

No geral, a Segundona já superou a lotação, por exemplo, da Arena Corinthians, colocando 44.331 torcedores pagantes em 180 jogos disputados. Média de 431,09 torcedores por confronto. A décima segunda rodada, disputada no final de semana passado, registrou média de 540,9 torcedores pagantes em cada um dos 15 jogos realizados. Vale ressaltar que o Bandeirante ainda não tem computado o público pagante que assistiu, no estádio Pedro Marin Berbel, em Birigui, à goleada de 6x0 sofrida ante ao Fernandópolis.



* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :