Jovem Pan Online - RSS

sexta-feira, 31 de julho de 2015

PRELIMINAR - Fernandópolis e o antagônico trajeto entre céu e inferno


LIBERADO
A décima sexta rodada da Segundona 2015 começa nessa sexta-feira, à noite, com o irregular Fernandópolis recebendo o eliminado e punido Osvaldo Cruz. Fefecê fazendo jogo que sabe, mesmo sem entrar em campo, garantir três pontos. É que, apesar de ser grande a possibilidade de o time da casa tropeçar e não vencer, o Osvaldo Cruz, que tem utilizado atletas da categoria de base não inscritos para a disputa da Segundona, tende a perder eventual ponto dese confronto e, pior, ficar sem os únicos três pontos que soma hoje.

GANHAR OU GANHAR
O comentarista Esmerilho, da rádio Difusora 1160 AM, de Fernandópolis, deu, agora à noite, o que definiu como "furo". Dizendo ser informação exclusiva, o cronista garantiu que o prefeito de Presidente Prudente, Tupã, teria dado a seguinte ordem ao Grêmio Prudente: se o time não vencer o Vocem, nesse sábado, toda a comissão técnica será demitida.

GANHAR OU GANHAR II
Na realidade, a vitória do Grêmio Prudente nem tem tanta representatividade com relação ao Vocem, adversário a quem, por sinal, o time prudentino venceu, em pleno estádio Tonicão, no primeiro turno (2x0). A richa do time de Presidente Prudente é para com o técnico Tupãzinho, cuja saída, rodadas atrás, foi um tanto turbulenta. Bastidores fervendo para o jogo desse sábado, no Prudentão.

GANHAR OU GANHAR III
A ordem de vitória sobre os comandados de Tupãzinho tem, realmente, um tempero ácido. É que o Grêmio Prudente tem, desde a semana passada, a sombra do Noroeste, que nesse mesmo sábado não deve ter dificuldade para vencer o eliminado José Bonifácio, em Bauru. Vitória do Noroeste e eventual empate do Grêmio colocam em xeque a liderança do Grupo 1 e, inclusive, a classificação do time prudentino, dependendo de outros resultados. Já a vitória carimba a passagem do Grêmio para a Segunda Fase.

DESORDEM
A reportagem de campo da rádio Difusora AM, com Ivan Gomes, de Fernandópolis, lamentou a desorganização da comissão técnica do Osvaldo Cruz. É que a comitiva que está no estádio Cláudio Rodante, nessa noite de sexta-feira, liberou uma lista de escalação com atletas faltando na linha, e sobrando no banco de reservas. E faltava jogador com a camisa 9, o que, subentendia-se, implicaria em o Osvaldo Cruz jogar com apenas 10 atletas. Só que no banco de reservas havia 4 jogadores listados. O equívoco foi corrigido depois.

DINHEIRO, ONDE?
Houve, durante a semana, especulação sem-fundamento de que o Tanabi teria recebido mala-branca para vencer o Fernandópolis, domingo passado, por 3x2. O dono do plantio do boato não sabe, apenas, que o Tanabi tem, sim, condições matemáticas de brigar por uma vaga na Segunda Fase. E que não há um clube sequer, nesse Grupo 1, que tenha dinheiro em caixa para pagar algo que não seja os salários dos próprios jogadores. E olha que nem isso alguns clubes que se dizem verdadeiros cofres de dinheiro têm conseguido cumprir ultimamente.

DINHEIRO, ONDE? II
Na base da insanidade não dá para saber quem é mais fora da casinha: quem inventa boato ou quem acredita nele. Mas, a equipe esportiva da Difusora AM, de Fernandópolis, deu mais um "furo": o Osvaldo Cruz, segundo 'fontes fidedignas', receberia R$ 5 mil para vencer o Fefecê. E fica a pergunta: quem rasgaria R$ 5 mil, sabendo que o Osvaldo Cruz, pela tendência das últimas semanas, perderia esses pontos pela evidente escalação de jogadores irregulares? Deem-nos licença, por favor!

SEM-FUNDO DO BOM?
A imprensa esportiva da região de Rio Preto foi procurada, na semana, por um comerciante da cidade. O motivo: dono de um restaurante, o homem foi surpreendido pelo banco quando solicitado para buscar um cheque que, depositado em sua conta, havia retornado por falta de saldo. Esse cheque teria sido dado por um clube que foi a Tanabi, nessa temporada. Foi feito contato com o blogueiro, mas, como é de praxe, nesse tipo de assunto o Blog não entra. Fiquemos com o que há de bom no futebol: vitórias, empates e derrotas. Cada um que cuide do que coloca em seu próprio prato.

LIBERADO
A Federação Paulista de Futebol aceitou recurso impetrado pelo América. Assim, liberou o estádio Teixeirão para o jogo desse domingo contra o eliminado Bandeirante. Aquela praça esportiva havia sido interditada, na semana passada, devido à ausência de laudo de liberação da vigilância sanitária, o que levaria o América a perder o jogo por WO, eliminando qualquer chance de classificação, hoje matemática, de passar para a Segunda Fase.

OLHO ABERTO
O estádio Tonicão, de Assis, passou por pintura recentemente, mas tem status preocupante na Federação Paulista de Futebol. Em todos os 5 itens avaliados o estádio que recebe jogos de Atlético Assisense e Vocem há liberação com restrição: Corpo de Bombeiros, Condições Sanitárias e de Saúde, Segurança e Vistoria de Engenharia. Ou seja, passar uma demão de tinta é esconder a precária situação do Tonicão debaixo do tapete. Estádio, como sustenta o blogueiro, eternamente inacabado.

TROCA NO APITO
Por motivos não justificados a Federação Paulista de Futebol procedeu a troca do árbitro que comandará o jogo Atlético Assisense x Tanabi, nesse domingo. Eduardo Pereira de Araújo terá a responsabilidade de fazer a gestão de um jogo que tem de tudo para ser truculento. Com 44 anos de idade, esse comerciário que é formado árbitro desde 2005 vem subindo no Ranking da Arbitragem da Federação. Fez 3 jogos na Série A-1 em 2015, todos como quarto árbitro.

TROCA NO APITO II
Quem estava escalado para o jogo desse domingo em Assis era Edson Reis Pavani Júnior que, como advertido pelo Blog, tem perfil de atuações contestadas, especialmente por consentir com jogadas violentas. A troca na arbitragem foi percebida por Luiz Carlos Japonês e destacada ao blogueiro nas redes sociais. Japonês tem o respeito do blogueiro, pois trata-se de um dos maiores apaixonados pelo futebol em Assis, sabendo distinguir razão e emoção. Torce apaixonadamente, sem ofender a outrem. 

TROCA NO APITO III
Veja, abaixo, como fica  a escala de arbitragem para Atlético Assisense x Tanabi:

Nenhum comentário :