Jovem Pan Online - RSS

domingo, 26 de julho de 2015

ANÁLISE - São Bernardo é o primeiro classificado para a Segunda Fase

Cláudio Messias*

A temporada 2015 da Segunda Divisão do Campeonato Paulista revela-se uma das mais disputadas dos últimos anos. Faltando três rodadas para o desfecho da Primeira Fase, somente nesse final de semana surgiu o primeiro clube com presença garantida na Segunda Fase. Outros três estão a um passo da vaga, mas carecem de cruzamento de outros resultados.

O São Bernardo, com a vitória de ontem sobre o ECUS (2x1), está matematicamente classificado. O time do ABC atingiu os 31 pontos e não pode mais ser ultrapassado pelo Mauaense, que vem de derrota para a Portuguesa Santista nesse sábado (2x0) e ocupa a quinta colocação do Grupo 3, com 20 pontos. Primeiro e quinto colocado estão a 11 pontos um do outro e só têm 9 pontos a disputar nas três últimas rodadas.

No Grupo 2 o Olímpia ainda depende de um jogo, amanhã, para saber se também carimba o passaporte para a Segunda Fase. Venceu, nesse sábado, o Lemense, em Leme, pelos convincentes 3x0 e chegou aos 33 pontos. Está, pois, a 9 pontos do Elosport, quinto colocado da chave e com jogo programado para as 10 horas desse domingo, em Capão Bonito, contra o frágil Palmeirinha. Se der empate nesse jogo a classificação do Olímpia já terá de esperar mais uma rodada. Hoje, independentemente de classificação antecipada, o Olímpia é o melhor clube da Segundona, condição que pode ser superada, amanhã, pelo São Carlos, que tem 30 pontos, mais gols marcados mas visita a surpreendente Inter de Bebedouro, terceira colocada.

No Grupo 1 o Grêmio Prudente teve os planos de classificação antecipada frustrados pelo Atlético Assisense. Empate no estádio Prudentão (1x1) nessa tarde de sábado e, agora, expectativa em torno de dois jogos que acontecem nesse domingo pela manhã: Vocem x América, em Assis, e Tanabi x Fernandópolis. Vitórias de América e Tanabi fazem com que Vocem e Fernandópolis estacionem nos 23 pontos e, assim, fiquem a 8 pontos do líder Grêmio que, assim, dependeria de apenas mais um empate, em três jogos, para classificar.

Chances - Praticamente fechada a décima quinta rodada da Segundona 2015 os dois clubes de Assis vivem situações distintas na temporada. Se por um lado o Atlético Assisense está a uma vitória e um empate de avançar para a Segunda Fase, o Vocem depende do cruzamento de outros resultados para continuar vivo na competição.

Traçando o índice de aproveitamento, nessa noite de sábado o Grêmio Prudente aparecia como praticamente classificado. O time de Presidente Prudente tem 68,9% de aproveitamento, enquanto que o patamar ideal de classificação contempla quem tem 70% de desempenho positivo. É o caso, por exemplo, do OIímpia, do Grupo 2, que tem 73,3% e, mesmo não estando matematicamente classificado, tem histórico de desempenho que justifica essa passagem virtual.

Quem também caminha firme rumo à classificação é o Noroeste, que com 29 pontos está a dois resultados de garantir uma das 12 vagas na próxima fase. O time de Bauru tem 64,4% de aproveitamento. Precisa vencer um dos três jogos que restam e não tropeçar nos demais dois confrontos que encerram sua participação na Primeira Fase.

O Atlético Assisense tem 60% de aproveitamento e garantiria, com os próprios esforços, vaga na Segunda Fase caso vencesse dois dos três jogos que ainda lhe restam. Tem a seu favor o fato de, em um desses três confrontos, jogar diretamente contra o Vocem, no derby local. Somar ao menos um ponto nesse jogo e vencer, por exemplo, o Tanabi, na próxima rodada, são pré-requisitos para a classificação.

Situações mais complicadas vivenciam Fernandópolis e Vocem. Os dois clubes coincidem nível de aproveitamento de 54,8%. Campanhas exatamente iguais, com desempate nos critérios previstos no Regulamento, que favorecem o time de Fernandópolis. É exatamente esse o fator que torna acirrada e curiosa a trajetória final desses dois clubes. Um vacilo e o adversário direto pela quarta vaga passa à frente.

Se, eventualmente, Fernandópolis e Vocem repetirem os desempenhos nas trÊs rodadas que faltam, o Fefecê fica com a vaga. Ou seja, exatamente agora, o Vocem não depende mais de suas próprias forças para classificar; precisa torcer por tropeço do Fernandópolis.

Na periferia da briga estão América e Tanabi. O time de Rio Preto, que nessa semana perdeu o mando no estádio Teixeirão, por não ter laudo de vistoria da vigilância sanitária, tem 47,6% de aproveitamento. Depende de tropeços de Vocem e Fernandópolis e de quatro vitórias nos jogos que lhe restam.

Situação mais remota de classificação é a do Tanabi. Com apenas 38,1% de aproveitamento o time tem chances somente matemáticas. Além de vencer todos os 4 jogos restantes, precisa de uma combinação direta de resultados e saldo de gols para continuar vivo.



* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :