Jovem Pan Online - RSS

sábado, 10 de maio de 2014

Vocem goleia Presidente Prudente FC e esboça reação no returno

Cláudio Messias*

Depois de uma tarde trocando de apartamento (do 205 para o 206), reinstalo minha internet e, quando abro o placar online da Federação Paulista de Futebol, lá está a vitória do Vocem sobre o Presidente Prudente, no estádio Prudentão. Um sonoro 4x0 que recoloca o segundo time de Assis na briga por uma das vagas na Segunda Fase da Segunda Divisão do Campeonato Paulista de 2014.

O returno dessa Primeira Fase está repetindo o primeiro turno. O Bandeirante, ontem, vencendo o Osvaldo Cruz, e o Vocem, hoje, passando pelo frágil Presidente Prudente. Pingos colocados nos is, é hora de ver, na realidade, quem tem mais garrafas vazias para vender. Pressão total sobre o Atlético Assisense, que não pode nem imaginar a repetição do primeiro turno diante o Grêmio Prudente (derrota por 2x0). Derrota, nesse domingo, soa como ameaça ao plano traçado.

Creio que as dúvidas que pairavam no final do primeiro turno simplesmente cessaram. O Osvaldo Cruz não é nada daquilo que esboçou ser na reta final dos jogos de ida e agora, na volta, mostra-se candidato a disputar com o fraco Presidente Prudente a condição de pior do grupo 1. Já o Vocem, baixada a poeira e cessada a baixaria da semana que terminou, parece ter reencontrado forças para compensar a fragilidade de grupo e, dentro de um planejamento refeito, ao menos respirar na esperança de chegar à Segunda Fase. Golear o Presidente Prudente é, acima de tudo, aproveitar da circunstância para fazer saldo de gols, fator que pode ser decisivo na hora de fechar a Primeira Fase.

Valho-me da boa transmissão, ontem, da Rádio Clube 750 AM, de Osvaldo Cruz, para definir Bandeirante e Osvaldo Cruz. O confronto de ontem, em Birigui, foi relatado pela equipe de esportes da emissora como tendo sido um horrível jogo de futebol, quase um varziano. Vi o Bandeirante naquela até agora inexplicável vitória sobre o Atlético Assisense e constatei mais espetáculo de massagista e técnico, à beira do gramado, do que necessariamente um futebol condizente ao que se espera de uma equipe que tenha planos de chegar à Série A-3. O Osvaldo Cruz continua um bem intencionado clube da região.

Independentemente do resultado do Clássico do Vale desse domingo, no estádio Tonicão, o caminho rumo à Segunda Fase mostra um embate que deve decidir entre Grêmio Prudente, Atlético Assisense e Vocem como líder desse equilibrado grupo 1. Vejo mais qualidade no time prudentino, mas não ignoro o que vi no Atlético Assisense que venceu o derby contra o Vocem, dando um verdadeiro espetáculo de bola no chão e equilíbrio emocional. São esses os fatores que, explorados por Tupãzinho na manhã desse domingo, podem levar o Falcão do Vale a devolver a derrota do primeiro turno e, assim, fazer valer a condição de pleiteante direto pela liderança da chave até a reta final do returno.

Desafios estão lançados, com a diferença de que, hoje, Vocem e Bandeirante vão dormir com a sensação de dever cumprido. Presidente Prudente e Osvaldo Cruz, com a cabeça inchada, aguardam para saber se terão a companhia do Atlético Assisense como protagonista na repetição de uma história que costuma não levar projetos adiante. Vocem e Bandeirante já pensam na rodada de daqui a uma semana, quando duelam entre si para saber quem ficará à frente na tabela de classificação.

Disse, ontem, que a vitória traz dignidade ao projeto do Atlético Assisense no Clássico do Vale desse domingo. Mas ponderei, também, considerando que o Grêmio Prudente é o líder com sobra nessa rodada, não podendo ser alcançado por ninguém, sobre a valência de um empate nesse confronto. O Falcão do Vale iria a 8 pontos, manteria a quarta colocação que, nessa rodada, lhe daria a vaga na Segunda Fase como um dos três melhores donos da posição entre os 7 grupos em disputa e iria para a rodada da semana que vem com a faca nos dentes.

Digo isso porque o próximo adversário do Atlético Assisense, fora, é o irregular Osvaldo Cruz, lá no estádio Breno Ribeiro do Val. Empatar com o Grêmio, desde que as circunstâncias de jogo assim permitam e exijam, representará a obrigatoriedade de vitória em Osvaldo Cruz, com o alento de que no Prudentão haverá o derby local e em Assis, o pega entre Vocem e Bandeirante. Cheiro de dois empates nesses confrontos, o que no cruzamento de resultados recolocaria o Falcão do Vale na briga não só pela vaga direta, mas pela liderança da chave.


*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Nenhum comentário :