Jovem Pan Online - RSS

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Caso de ingressos do derby leva Atlético Assisense ao TJD

Cláudio Messias*

O Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol tornou pública, agora à tarde, a pauta da sessão prevista para o dia 2 de junho. O Atlético Assisense passa a ter interesse em dois itens desse julgamento. O primeiro deles condiz à definição da situação em que o Osvaldo Cruz pode perder até 4 pontos por escalação irregular de jogador em confronto contra o Presidente Prudente, no primeiro turno da Segundona 2014. O segundo mexe no bolso do Falcão do Vale, que poderá ser penalizado com multa por ter confeccionado lote de ingressos à parte para o derby de domingo passado, contra o Vocem.

O Atlético Assisense está em fase de citação no TJD. O clube é enquadrado nos artigos 1.o e 41 do Regulamento Geral da Competição, inerente ao Campeonato Paulista da Segunda Divisão. No texto do regulamento está previsto que "será proibida a emissão de qualquer tipo de convites ou ingressos gratuitos", trecho presente no parágrafo 1.o do artigo 39, referente ao capítulo VII, sobre arrecadação e despesas financeiras. No outro enquadramento, o Falcão do Vale terá de se justificar sobre a constatação de não recolhimento previdenciário sobre a receita bruta do jogo contra o Vocem, situação prevista no Artigo 41 do Regulamento.

Além do Atlético Assisense o Tanabi também cometeu as mesmas situações que o TJD entende como passíveis de enquadramento de irregularidade. As duas equipes estão enquadradas nos mesmos itens, sobre confecção de ingressos à parte e não recolhimento previdenciário.

Pelo Regulamento Geral da Segundona, se configurado ato falho na confecção de ingressos para o derby de domingo passado e, assim, houver condenação, o Atlético Assisense sofrerá sanção apenas financeira. Deverá, pois, ficar estabelecida multa por ato administrativo, com valor a ser especificado.

As denúncias feitas no TJD constam na citação n.o 16/2014. Nela, o Vocem também é citado, mas, pela expulsão, no derby de domingo passado, do jogador Jhonny Fernando Dias, enquadrado no artigo 250 do Código Disciplinar.


Imagem: Reprodução
Reprodução de ingressos adquiridos na bilheteria do
estádio Tonicão, no derby de domingo passado: não pode



*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Um comentário :

Poetas Assisenses disse...

poxa... mas no incio da semana o Assisense disse que estes in gressos em branco eram "falsos" e agora vem a informação que eles é que confeccionaram