Jovem Pan Online - RSS

sexta-feira, 9 de maio de 2014

SEGUNDONA BRAVA - Empate com gols em Birigui afunda Vocem para a vice-lanterna

Cláudio Messias*

Sabe aquele ditado de que "de bobinho ele só tem o jeito de andar"? Pois bem... na Segunda Divisão, o Osvaldo Cruz tinha, de bobo, somente a maneira de caminhar pelo torneio de 2014. Devagarinho, o Azulão da Alta Paulista foi galgando seu espaço nessa Primeira Fase. Nesse momento, o time de Osvaldo Cruz arranca um empate na cidade de Birigui. Chegou a estar vencendo, em pleno estádio "Pedro Marin Berbel", o time mandante, por 1x0.

O Osvaldo Cruz iniciou o returno da Primeira Fase na condição de vice-líder, empatando com 7 pontos com o Atlético Assisense, porém tendo vantagem no critério de desempate por gols marcados. No confronto iniciado, em Birigui, às 20h30, o visitante abriu o placar através de Dodô, em chute de fora da área, mediante cobrança de falta, aos 14 minutos iniciais. O empate do Bandeirante aconteceu no final do primeiro tempo, em cobrança de penalidade, aos 37 minutos, por intermédio de Rafinha. O domínio de jogo, contudo, foi do Osvaldo Cruz, que só recuou depois de tomar o gol de empate. A penalidade a favor dos donos da casa é questionável.

Estou acompanhando a partida, daqui de Campina Grande, na Paraíba, pelas ondas virtuais da Rádio Clube 750 AM, de Osvaldo Cruz. A transmissão, que considero excelente, registra, no intervalo, que o médico do Bandeirante pressiona a arbitragem, de maneira a favorecer o time da casa. Expectativa, pois, de que esse tipo de pressão apareça na súmula, pois lugar de médico em partida de futebol é, ou no banco de reservas, ou ao lado de jogador lesionado, dentro de campo. Bandeirante desesperado para fugir da degola, Osvaldo Cruz na dele, buscando, visivelmente, ficar entre os 3 classificáveis diretos do grupo 1.

Jogo no intervalo.




*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Nenhum comentário :