Jovem Pan Online - RSS

domingo, 18 de maio de 2014

Atlético Assisense perde em Osvaldo Cruz e complica classificação

Cláudio Messias*

O Osvaldo Cruz deu o troco no Atlético Assisense e venceu o confronto dessa tarde de domingo, no estádio Breno Ribeiro do Val, por 1x0. No primeiro turno, o Falcão do Vale havia vencido por 2x1, no estádio Tonicão. A diferença, agora, é que o time de Osvaldo Cruz subiu para a terceira colocação, enquanto o rival de Assis não consegue sair da vice-lanterna. No balanço geral, Grêmio Prudente, Vocem, Osvaldo Cruz e Bandeirante na zona de classificação. Assisense e Presidente Prudente, fora.

Considerando os dois empates entre Grêmio Prudente x Presidente Prudente (1x1) e Vocem x Bandeirante (0x0), quem vencesse o confronto desse jogo de encerramento da sétima rodada da Primeira Fase da Segunda Divisão do Paulistão 2014 daria importante passo para a classificação. E quem perdesse dificultaria sobremaneira a trajetória para avançar rumo à Segunda Fase. É com esse parâmetro que o Atlético Assisense fecha a rodada, precisando rever todos os seus planos para os 3 jogos restantes.

Resta, agora, ao Atlético Assisense torcer para que a aparente crise interna do Grêmio Prudente não passe de mera especulação. É que o time prudentino enfrentará, nas três rodadas finais, os três adversários diretos, na trajetória rumo à classificação, do Falcão do Vale. Invicto até o momento, o Grêmio precisa tirar pontos de Bandeirante, Vocem e Osvaldo Cruz, ao passo que o Falcão do Vale não poderá mais perder um jogo sequer. Em 3 jogos, precisa somar 7 pontos. Caso contrário, dependerá do mau desempenho dos demais quartos colocados dos outros 6 grupos para avançar de fase por critérios técnicos de desempate.

Como no universo do futebol o mundo dá literais voltas, no derby de domingo que vem, no estádio Tonicão, o Vocem poderá eliminar os planos de seu rival de ser ao menos terceiro colocado no grupo 1. Bastará vingar a derrota do primeiro turno e, vencendo pelo placar simples, tornar praticamente irreversível a campanha do Falcão do Vale nessa Primeira Fase. O empate passa a não interessar às duas equipes no derby, uma vez que Bandeirante e Osvaldo Cruz podem abrir vantagem na próxima rodada.

Na oitava rodada o Bandeirante recebe o frágil Presidente Prudente, em Birigui, enquanto o Grêmio Prudente recebe o Osvaldo Cruz. O empate em Birigui interessa a Vocem e Atlético Assisense, mas, especialmente no estádio Prudentão, a vitória do Grêmio é primordial ao Falcão do Vale. 

Depois, o Vocem recebe o Grêmio Prudente e o Falcão do Vale vai a Birigui enfrentar o Bandeirante, ao passo em que o Osvaldo Cruz vai ao Prudentão confrontar com o Presidente Prudente. Afora o interesse por vitória do Grêmio Prudente, o Assisense passa a depender de ao menos um empate do jogo no estádio Prudentão. Se tiver vencido o derby contra o Vocem na oitava rodada, poderá julgar o empate em Birigui um resultado menos desastroso.

Dentro de toda essa combinação de resultados o Atlético Assisense ainda entrará na última rodada, além de somar a obrigação de vencer o Presidente Prudente, no Tonicão, torcer para que o Grêmio vença o Bandeirante no Prudentão e que Osvaldo Cruz x Vocem ao menos empatem. Combinação demais, competência de menos para sobreviver com as próprias pernas, a meu ver.

Diante do que ouvi, hoje, pela Rádio Clube 750 AM, de Osvaldo Cruz (a rádio Assiscity Online caiu sinal no segundo tempo), o Atlético Assisense voltou a fazer um brilhante primeiro tempo, merecendo disparado a vitória, porém caiu de produção na etapa complementar. A equipe de esportes da rádio local apontou diversas vezes, a partir dos 10 minutos finais, que o Falcão do Vale havia perdido o fôlego, faltando preparo físico. Foi nessa condição, de cessão de espaço aos mandantes, que saiu o único gol do jogo.

Considero complicado para o Falcão do Vale avançar nessas condições. Não liquida o jogo quando tem condições, mas também não segura o placar quando o cenário é desfavorável. Creio que tenha se repetido em Osvaldo Cruz, nesse domingo, o que já havia ocorrido em pleno Tonicão contra o Bandeirante, no primeiro turno. O time começou melhor, cedeu espaço e tomou gol que abalou qualquer plano de busca pela vitória. Tantas modificações no elenco, resultantes de contratações novas e dispensas, impedem uma sequência de trabalho que dê força física e conjunto ao grupo. Chegou a hora de parar tudo e apostar naquilo que se tem em mãos.

Diante de toda essa turbulenta sétima rodada meus prognósticos continuam mostrando, em conformidade com o que desempenham os 7 grupos da Primeira Fase, que 13 pontos sejam suficientes para garantir ao menos uma das três melhores quartas colocações que dão vaga na Segunda Fase. O desafio, agora, é voltar a essa zona de classificação, pois o Atlético Assisense está a 3 pontos do Bandeirante, atual quarto colocado da chave. E de tão equilibrado que é o grupo, o quarto colocado poderá chegar ao final do returno totalizando 14 ou até 15 pontos, patamar extremamente alto, muito acima da média do torneio.




*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Nenhum comentário :