Jovem Pan Online - RSS

sábado, 27 de junho de 2015

SEGUNDONA BRAVA - Atlético Assisense vence, iguala Noroeste e encosta no Vocem

Cláudio Messias*

Final de semana para reerguer a cabeça e refazer os planos para a disputa da Segunda Fase da Segundona 2015. Uma combinação de resultados deu ao Atlético Assisense o fôlego necessário para garantir-se no G-4 do Grupo 1 e, melhor, igualar novamente campanha com o Noroeste. De quebra, fica a 1 ponto do vice-líder Vocem e a quatro pontos de um Grêmio Prudente em crise.

A coincidência de resultados começou a valer na noite da sexta-feira. No estádio Claudio Rodante o irregular Fernandópolis fez o dever de casa e venceu o Noroeste por 1x0. Com o resultado, bastaria uma vitória do Atlético Assisense, nessa tarde de sábado, frente ao falido Bandeirante, para o Falcão do Vale, no Tonicão, igualar em campanha com o rival de Bauru. Foi exatamente o que aconteceu. E melhor, com goleada de 4x0.

Agora, resta esperar o desfecho da décima primeira rodada da Primeira Fase, amanhã, para confirmar a nova configuração do Grupo 1. Amanhã o Vocem coloca em teste a situação do Osvaldo Cruz, jogando no estádio Breno Ribeiro do Val, às 10 horas. No mesmo horário, o líder Grêmio Prudente vai a Tanabi em busca de uma vitória que reponha o espírito de uma equipe que, em queda de produção, demitiu, durante a semana, o técnico Tupãzinho. Vitória do Vocem e tropeço do Grêmio colocam o time de Assis na liderança da chave.

Os jogos - A rodada foi aberta para o Grupo 1 na noite de sexta-feira. O irregular Fernandópolis fez 1x0 no Noroeste debaixo de muita confusão no estádio Cláudio Rodante. O gol foi assinalado aos 23 minutos finais por Henrique. Depois disso, muito tumulto, colocando em xeque a arbitragem de Jander André Bandeira. Dois membros da comissão técnica do próprio mandante Fernandópolis foram expulsos por ofensas ao árbitro, que após o encerramento do jogo ainda foi desqualificado pelo técnico do Noroeste, João Martins.

Em Assis, no estádio Tonicão, destaque negativo somente para a situação lamentável do Bandeirante, de Birigui, já relatada em outras ocasiões cá, no Blog. Em profunda crise financeira, o time de Birigui levou a Assis somente 11 jogadores. Ou seja, o técnico Julio César Garcias não tinha uma opção sequer no banco de reservas. Pior, teve de improvisar o goleiro reserva Caíque como centro-avante. O Atlético Assisense, que não tinha culpa alguma nisso, abriu o placar aos 5 minutos, com Gabriel. Aos 26 minutos foi a vez de Everton ampliar, seguido por Diego Iatecola, aos 42 minutos. Aguiar, aos 38 minutos finais, deu placar definitivo ao jogo.

Nos demais jogos da rodada o Diadema tomou a virada do Mauaense (3x2), enquanto o Olímpia foi surpreendido pelo Olé Brasil (3x2). A  Inter de Bebedouro confirmou a boa fase e venceu o Desportivo Brasil por 1x0, fora de casa. Nesses dois confrontos a derrota do Olímpia permitiu que a Inter, agora vice-líder, encoste no Grupo 2 e fique a 3 pontos de assumir a liderança. Inter de Bebedouro com 5 vitórias nos últimos 5 jogos.

Justificativa - O blogueiro ausentou-se nos dois últimos dias devido a uma recaída no estado de saúde, levando ao setor de emergência do Hospital João XXIII às 2h20 dessa sexta-feira. Medicado, socorrido, continua internado em observação e posterior exame geral na segunda-feira, 29. Sem previsão de alta. Até lá, portanto, monitoramento da rodada e postagens feitas diretamente do leito do hospital.



* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :