Jovem Pan Online - RSS

domingo, 21 de junho de 2015

FIM DE JOGO - Vocem goleia e abre melhor saldo de gols do Grupo 1

Cláudio Messias*

O returno da Primeira Fase da Segundona 2015 recolocou, nos devidos lugares, as peças de um verdadeiro jogo de xadrez em que se transforma a disputa pelas 4 vagas do Grupo 1 para a etapa seguinte do torneio. Dos atuais quatro primeiros colocados, o Vocem foi o que venceu e convenceu. Grêmio Prudente, Noroeste e Atlético Assisense protagonizaram atuações medianas.

Ontem, quando do andamento de jogos da rodada, o Vocem caía para a terceira colocação na chave. Seja no empate sem gols com que Noroeste x Atlético Assisense iniciaram o jogo, seja na primeira virada do confronto, com o time de Assis fazendo 2x1, no segundo tempo, em Bauru, o Vocem caía para terceiro. Bastaria, contudo, a bola rolar no estádio Tonicão, nesse domingo, e a força do técnico Sérgio Caetano sobre seus comandados foi ratificada.

Todos os 14 jogos da décima rodada foram encerrados nessa manhã de domingo. Nos três grupos em disputa os destaques do primeiro turno confirmaram força. O São Bernardo venceu mais uma fora de casa, fazendo 2x1 no Mauaense e mantendo a condição de único invicto da Segundona até aqui, e líder isolado do Grupo 3. Na mesma chave o Jabaquara também venceu fora (2x1 no Taboão da Serra, em um jogo de muita confusão, tentativa de agressão à arbitragem e mais pauta para o TJD) e segue na sólida briga por uma vaga, mesmo vindo de perda de três pontos no tapetão. Azar da Portuguesa Santista, derrotada em Santos pela incógnita chamada Diadema (2x1), que vem de perda de pontos no TJD e busca recuperação para voltar ao G-4. Agora, o Diadema é sétimo colocado com 9 pontos somados, 4 a menos que o Mauaense, quarto colocado.

No Grupo 2 o Olímpia ainda joga na quarta-feira, recebendo o frágil Palmeirinha. O time de Olímpia pediu adiamento do jogo e caso confirme a vitória, seguirá líder da chave, acompanhado por Lemense e São Carlos, que venceram, respectivamente, Desportivo Brasil (6x0) e Amparo (2x0). A Inter de Bebedouro, que levou susto nesse domingo mas virou o placar no final, frente ao Barcelona (2x1), entrou definitivamente no G-4, favorecida pelo tropeço, em casa, do Elosport, que não passou do 1x1 com o Olé Brasil em Capão Bonito.

 Correção  - O placar online da Federação Paulista de Futebol demorou a atualizar o resultado final do jogo Bandeirante x Osvaldo Cruz. Placar mostra reação do time de Birigui, que aplica 3x1 no visitante Osvaldo Cruz e, assim, conquista a primeira vitória no certame. Resultado coloca o Bandeirante com chances de reação a tempo e, assim, brigar, ainda, por uma vaga. O Osvaldo Cruz, com a derrota, demonstra uma instabilidade preocupante, já que a situação de gestão no clube tornou-se nacionalmente conhecida na ocasião da vitória (3x1) sobre o Grêmio Prudente, na rodada anterior.

  Cintura  fina   - Aquela gordura criada por alguns clubes ao final do primeiro turno e que dava tranquilidade na abertura do returno foi esgotada em alguns casos. Atlético Assisense e Mauaense protagonizaram derrotas no final de semana e, agora, em eventual cochilo no ponto, perdem contato com o seleto grupo que garante vaga na Segunda Fase.

O Falcão do Vale, de Assis, joga no próximo sábado, às 15 horas, no estádio Tonicão, ocasião em que recebe o irregular Bandeirante. A alteração desse jogo, na tabela, foi feita há um tempo razoável: 1.o de abril, antes mesmo do início do torneio, mas ainda nesse domingo surpreendeu a muitos profissionais em Assis. Ajuste para a realização do torneio sub-11 e sub 13, que terá jogos na manhã do domingo, no mesmo Tonicão. 

A vitória se faz necessária para o Atlético Assisense, que tem a sombra de Fernandópolis e, mais distante, Osvaldo Cruz. Fernandópolis que tem a visita do embalado Noroeste, na noite da sexta-feira, e que em eventual cumprimento do dever de casa atingiria os mesmos 16 pontos do Falcão do Vale, perdendo, nos critérios de desempate, por ter, nessa suposição, uma vitória a menos. O empate frente ao Bandeirante manteria o Assisense no G-4, porém representaria, numericamente, queda de produção, uma vez que o time de Birigui é o lanterna isolado da chave e um dos três piores de todo o certame.

No Grupo 3, o Mauaense passa por situação mais delicada. Quarto colocado, visita a incógnita Diadema, que volta a mandar jogo no estádio Baetão, em São Bernardo do Campo. Com um empate nesse confronto e uma vitória do Suzano no confronto com o Jabaquara o time de Mauá sai do G-4. Mesmo prognóstico para uma eventual derrota do Mauaense para o Diadema e um empate do Suzano no estádio do Jabaquara.

Na ponta de cima da tabela os favoritos a vaga não só na Segunda Fase, mas na Série A-3 de 2016, estruturam uma semana de trabalhos que também tem desafios. O São Bernardo terá sua força mostrada para todo o território nacional pela Rede Vida de Televisão, recebendo o regular Manthiqueira às 19 horas do próximo sábado. Olho aberto para o Olímpia, que ainda fecha a décima rodada na quarta mas no domingo já vê o Lemense, atual líder temporário do Grupo 2, pegar o mesmo Palmeirinha, que tem sido o saco de pancadas da chave. Olímpia que terá pela frente, já no sábado à tarde, o Olé Brasil, em Ribeirão Preto.

No Grupo 1 o Grêmio Prudente coloca em xeque seu projeto para 2015 visitando o batedor Tanabi, domingo pela manhã, às 10 horas. No mesmo horário, o Vocem jogará em Osvaldo Cruz, frente a um adversário que vem de soma de 3 pontos em dois jogos, sendo um deles vitória convincente sobre o Grêmio Prudente. Tropeço do time prudentino em Tanabi e vitória sobre o Osvaldo Cruz dão de volta ao Vocem a liderança do Grupo 1 deixada somente na oitava rodada, quando da derrota para o Atlético Assisense (2x0) no derby local.

É o momento, como definido pelo blogueiro nesse sábado, em que a Segundona separa os homens dos meninos. Ninguém mais, pois, pode alegar inexperiência para justificar tropeços, uma vez que os atletas já disputaram, em sua maioria, dez rodadas e os clubes conhecem a si próprios a partir dos confrontos diretos realizados no primeiro turno.



* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.


Nenhum comentário :