Jovem Pan Online - RSS

terça-feira, 26 de maio de 2015

RANKING DAS BILHETERIAS - Portuguesa Santista volta a registrar melhor público

Cláudio Messias*

Rodada sim, rodada não, a média de público da Segundona 2015 varia de boa a ruim. Coincidência ou não, as melhores médias de público pagante do certame são registradas exatamente nas rodadas em que o Vocem, de Assis, é mandante no estádio Tonicão.

No último final de semana os 15 jogos realizados levaram às bilheterias um total de 3.328 torcedores pagantes. Em média, 416 pagantes. Destaque para a Portuguesa Santista, que levou 793 torcedores com ingressos pagos ao estádio Eurico Mursi. Na soma das 6 rodadas disputadas a Lusinha da Baixada totaliza 2.673 pagantes, melhor desempenho entre os 30 clubes em disputa.

O confronto com o Mauaense, porém, pode ter sido um dos últimos da Portuguesa Santista, ao menos nos próximos 30 dias, como mandante no estádio Eurico Mursi, em Santos. A Lusinha perdeu o jogo (3x1) e sua torcida, a cabeça. Relatos em súmula feitos pela arbitragem apontam lançamento de objetos no gramado, ameaças à equipe adversária e aos próprios árbitros, falta de segurança e ofensas. Dificilmente a equipe de Santos escapará de punição no TJD, com consequente fechamento de seus jogos para o público.

O pior público da rodada voltou a ser registrado pelo Diadema. O clube da Grande São Paulo mandou o confronto contra o Suzano (0x2), domingo passado, no estádio Baetão, em São Bernardo do Campo. Público de 28 pagantes, arrecadação de R$ 400, despesas gerais de R$ 20 e renda de R$ 379,30. Na temporada, passadas seis rodadas e 4 jogos como mandante, o Diadema totaliza 117 torcedores pagantes.

O ingresso mais caro da Segundona 2015 continua sendo cobrado no estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis. Sábado passado o time da casa colocou 238 pagantes para assistir ao empate de 2x2 com o Tanabi. O ingresso inteiro foi vendido a R$ 30, mas o setor de cobertas variou de R$ 40 a R$ 60. Arrecadação de R$ 5.800,00, que descontadas as despesas de R$ 295,95 proporcionou renda de R$ 5.504,05.

Em Assis o estádio Tonicão recebeu 247 torcedores que passaram pela bilheteria e pagaram ingressos com preço inteiro de R$ 15. Arrecadação de R$ 3.142,50, despesas totais de R$ 1.823,31 e renda final de R$ 1.319,19 para ver o Falcão do Vale perder a terceira partida consecutiva, dessa vez para o vice-líder Grêmio Prudente (0x1).

No Ranking das Bilheterias o Atlético Assisense é o décimo terceiro em público na Segundona. O Falcão do Vale levou 786 pagantes aos 4 jogos que realizou como mandante. Do Grupo 1 é o sétimo nesse quesito, mas está à frente de clubes tradicionais como Bandeirante, Tanabi e América, da mesma chave.

Não bastasse ser um dos clubes que mais levam torcedores ao próprio estádio nessa temporada e, ainda por cima, ter mandado apenas dois confrontos no certame, o Vocem continua, passadas seis rodadas, sendo dono do melhor público do ano. O Esquadrão da Fé levou 1.495 pagantes ao Tonicão na quinta rodada e, na ocasião, desbancou os 1.012 pagantes levados pela Portuguesa Santista ao estádio Eurico Mursi, na terceira rodada.




* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :