Jovem Pan Online - RSS

domingo, 3 de maio de 2015

PERSONAGENS - Atlético Assisense 2x1 José Bonifácio

Na execução dos hinos o olhar do auxiliar 1 foi, logo de cara,
prejudicado por um inseto intruso

A torcida organizada do Atlético Assisense faz lembrar
os blocos das antigas Gincanas de Verão da extinta Cultura FM

Característica principal desse elenco do Falcão do Vale na
temporada 2015: união, sempre

Estampa do uniforme da organizada: força. 

O goleirão do Atlético Assisense fez, de novo, excelente
partida, mas deu susto na torcida ao tentar, no final do
jogo, sair jogando na linha. Parafraseando provocação de torcedor
da Geral, se fosse bom com os pés não teria sido goleiro

Havia praticamente três times em campo nessa manhã
de domingo, no Tonicão...

..., pois além de Atlético Assisense e José Bonifácio havia
um batalhão de quero-quero, tradicionais pássaros que
habitam gramados bem cuidados de estádios...

... Brasil afora. No caso das fotos feitas acima, eram 13 quero-quero, que simplesmente deram uma volta completa no gramado...

... todos eles capitaneados pelo que aparenta, acima, ser o casal
responsável pelas sucessivas ninhadas.

Aparentemente, essa substituição, aos 24 minutos iniciais,
era normal, por contusão comum. Mas, o zagueiro do Falcão do Vale
teve de sair do estádio de ambulância, para o hospital

Sair de casa em plena manhã de domingo e trocar as
brincadeiras com primos e coleguinhas pela tarefa de ficar
sentado em arquibancada de estádio já é duro. Pior ainda
com sol das 10h30 no rosto.

Não existe sombra mais protetora, existe? 

Percebam que a mãozinha tem algo que, no improviso
da brincadeira no estádio, com certeza virou brinquedo
na rica imaginação de criança


O time do José Bonifácio aparentemente melhorou em
comparação aos dois primeiros jogos, apesar de ter sofrido a 
terceira derrota consecutiva em Assis. Destaque para o atacante
Jaedson, recém-contratado

O sol no rosto incomodou ao auxiliar 1 Renato de Assis Miranda,
que inverteu algumas marcações e inventou alguns impedimentos

O árbitro auxiliar levou no bom humor as provocações da
torcida, que ao contestar suas marcações não poupavam-lhe a careca.
Algo como "coloca o boné porque está dando ar nos nossos olhos".

Um membro da comissão técnica do José Bonifácio nunca deve
ter vindo a Assis, por desconhecer que o setor de arquibancadas
do Tonicão não tem cobertura.

Muito estilo para se proteger do sol, em meio à Geral

Charme feminino nas arquibancadas ensolaradas do Tonicão

As emissoras de rádio continuam apoiando aos times do interior 

Concentração total no jogo e na virada do Atlético Assisense

Ficar duas horas no estádio dá, claro, fome. E nessa hora a pipoca
é um dos alimentos mais saborosos

Carlos Alberto Seixas tem sua marca registrada: a humildade
e a discrição na condução dos trabalhos. Caminho certo.

O bar do setor de cabines de imprensa tinha cerveja
sem álcool Malta, Tropicola e um eficiente atendimento

Simpatia em forma de pessoa, Márcio Ribeiro faz
do comando do microfone no sistema de som do Tonicão
um hobby, em forma de colaboração. Cada um fazendo a sua
parte, ajudando a quem merece. Garganta de ouro, coração de diamante.

Intervalo de jogo é igual parada no Rodoserv nas idas a São Paulo: comer 
e beber correndo, sempre reencontrando assisenses

Pausa nas gravações, mas não no sol
na moleira

 Em grupos pequenos ou grandes a torcida,
no intervalo, conversa, conversa, conversa...

Reencontro esse senhor, no Tonicão, sempre que posso
ir a jogos do Atlético Assisense, desde 2013. O sorriso que vem de seu
cumprimento faz valer a pena todo esforço para registrar, aqui no Blog,
cenas de arquibancada via de regra fora da pauta esportiva

O zagueiro do Atlético Assisense indo para o hospital e,
no campo, o José Bonifácio descendo a lenha nos adversários

Ir ao estádio nas manhãs de domingo é uma atividade
de lazer completo, a todos. Todos.

Nesse momento o árbitro advertia um membro da comissão
técnica do José Bonifácio, que praticamente havia dado bronca
no quarto árbitro. Os dois se reencontrariam depois de encerrada
a partida

O blogueiro não teve mão firme para segurar a câmera logo após
o gol de empate do Atlético Assisense, mas o autor do tento, Leonardo,
compensou e baixou o olhar 43 para enquadramento na lente

A riqueza da composição da torcida nas arquibancadas
é que sentam para ver ao jogo desde parentes dos jogadores
que vestem a camisa do clube da cidade até quem auxilia
nos trabalhos de logística das partidas

Apesar do sol que queimava a careca de seu auxiliar o árbtro Clodoaldo
Chaves não deu paradas técnicas para reidratação. O jeito era correr 
para o banco de reservas a cada parada por cera do José Bonifácio.

Substituto de Magno ainda no primeiro tempo, Pedro Henrique
foi um guerreiro em campo e mereceu elogios da torcida

Com o jogo empatado em 1x1 o José Bonifácio não pensava duas
em simular contusões...


Como no caso do meia Denílson, substituído por Fabrício e que levou
uma bronca irônica do árbitro quando insinuou não conseguir
levantar do chão para andar alguns metros e sair de campo...

... não tendo vergonha alguma de sair andando normalmente, em
seguida, dirigindo-se ao banco de reservas, aos 36 minutos do segundo
tempo, ou seja, 8 minutos antes de o seu time sofrer o segundo gol e,
então, entrar em desespero,  apressado, tentando ao menos garantir o empate.

José Luiz Garcia foi profético no intervalo, quando ainda estava 1x0 para 
o José Bonifácio: vamos virar para 2x1.

Parte da torcida já estava próximo ao portão de saída do
Tonicão quando o Atlético Assisense fez jus à condição de
vice-líder do Grupo 1, invicto.

Voltando ao assunto do membro da comissão técnica do José Bonifácio
que levou bronca do árbitro durante o jogo, eis o próprio, ao final, em 
comportamento digno de relato em súmula

Nenhum comentário :