Jovem Pan Online - RSS

quinta-feira, 28 de maio de 2015

DECISÃO - Sétima rodada tem 3 confrontos diretos no Grupo 1

Cláudio Messias*

O primeiro turno da Primeira Fase da Segundona 2015 do Campeonato Paulista caminha para o desfecho. No Grupo 1 haverá três jogos que colocam os adversários em confronto direto na briga por posições na tabela de classificação. Em todos os casos há busca por um lugar no G-4, que é o conjunto dos quatro melhores clubes que classificam-se para a Segunda Fase.

Todos os olhares da Segundona ficam voltados para o estádio Tonicão, em Assis, onde nesse sábado, às 15 horas, Vocem e Grêmio Prudente fazem o confronto direto entre os únicos invictos do Grupo 1. Além das duas equipes, somente o São Bernardo, líder do Grupo 3, também ainda não perdeu em 6 jogos disputados. Mas, Vocem e Grêmio Prudente tem um crédito a mais: acumulam a mesma pontuação e só desempatam nos critérios previstos pelo regulamento, já que o time de Assis soma saldo de 2 gols positivos a mais. Mesma campanha que dá aos dois adversários o melhor desempenho entre os 30 clubes que disputam a Segundona. Se o Grêmio Prudente tem o melhor ataque, o Vocem tem melhor defesa

Outro clube de Assis tem confronto direto nessa rodada. O Atlético Assisense vai a Tanabi em busca, no estádio Alberto Victolo, de uma reabilitação que o coloque de volta no G-4. Atual sexto colocado na chave, o Falcão do Vale também empata com 7 pontos com o Tanabi, mas leva vantagem nos critérios, já que tem uma vitória a mais. A vitória garantirá os 10 pontos e, no mínimo, a quarta colocação, pois Osvaldo Cruz x Fernandópolis, atuais terceiro e quarto colocados, também se enfrentam na rodada.

O confronto dos outros dois integrantes do G-4 no Grupo 1 vale a reaproximação dos líderes, que têm o dobro de pontos: 16. Osvaldo Cruz x Fernandópolis entram em campo no estádio Breno Ribeiro do Val, em Osvaldo Cruz, às 10 horas de domingo. Se empatarem, ficam com 9 pontos e veem Tanabi ou Atlético Assisense podendo chegar aos 10 ponto, caso haja vencedor no confronto em Tanabi. 

Outro time que joga de olho nos demais confrontos é o Noroeste. O time de Bauru visita o estádio José Pereira Braga, em José Bonifácio, atrás de uma vitória que o coloque no G-4, caso não haja vencedor no confronto Tanabi x Atlético Assisense. Seria a confirmação da reabilitação do Noroeste, mas para isso há um detalhe: o José Bonifácio também vem demonstração força suficiente para se reerguer na tabela, e caso vença o jogo em casa chega aos 8 pontos e, assim, ele é que ultrapassa o Noroeste na tabela de classificação.

Fechando a rodada do Grupo 1 o Bandeirante, que tem a pior campanha da Segundona 2015, recebe o América no estádio Pedro Marin Berbel, em Birigui. A situação do Bandeirante é tão crítica que mesmo vencendo não sairá da lanterna, já que soma apenas 1 ponto, ante 5 do vice-lanterna José Bonifácio. Já o América soma 6 pontos e caso aproveite da condição de enfrentar o pior time do campeonato chegará aos 9 pontos, o que em cruzamento com uma série de resultados o colocaria de volta ao G-4.

Estatísticas - A sétima rodada começa a mostrar os times que jogam limpo ou pesado nessa temporada da Segundona. O Tanabi, por exemplo, é um time a ser temido. Não pela competência, mas pela violência. Cometeu 130 faltas até aqui e seus jogadores foram punidos com 24 cartões amarelos. Méritos da arbitragem da Federação, que pune a agremiação mais violenta com rigor. No lado oposto desse perfil está o Noroeste, a agremiação menos faltosa do Grupo 1.

Em se tratando de cartões amarelos o Atlético Assisense é o mais comportado da chave. Os jogadores do Falcão do Vale foram punidos com 12 advertências apenas. Já o José Bonifácio é o mais indisciplinado, somando 3 cartões vermelhos. No campeonato como um todo São Carlos e Inter de Bebedouro, do Grupo 2, batem o recorde de 4 expulsões no certame até aqui.



* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :