Jovem Pan Online - RSS

terça-feira, 3 de setembro de 2013

FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA



NORTE DA TELHA

Enquanto a pauta na cidade é a vinda do Mc Donalds, cuja instalação lá, nos altos da Rui Barbosa, foi anunciada aqui, no Blog, no primeiro semestre, o mercado imobiliário continua sacudido. O desafio é encontrar o galpão que será centro de distribuição para daquela que é uma das maiores franquias de materiais de construção do país. A loja ficará na Dom Antônio.

FURADO

A estimativa do IBGE de que Assis já tem 100 mil habitantes, tornada pública nesta semana, não condiz ao controle feito pela Fundação Seade, de São Paulo. O órgão paulista controla os dados lançados pelos cartórios de registros civis, relacionados a nascimentos e óbitos. Segundo a Seade, Assis continua com menos de 100 mil habitantes. No momento em que esse dropes é escrito a cidade está com 97.065 habitantes nos dados da Fundação. Qual a diferença? O IBGE projeta, a Seade, calcula.

DECISÃO DE PESO I

Meu amigo Rodrigo Vela, da Rodrigo Produções, comemora a perda de 6,5 kg no peso em quase um mês. Mais um que não esperou a proximidade do verão para adotar a reeducação alimentar. Com consulta de nutróloga e a rotina que inclui passagens por academia, ele diz querer voltar à forma até dezembro.

DECISÃO DE PESO II

Outro amigo que está no mesmo ritmo é o competente locutor e excelente músico André Luiz do Carmo, da rádio online Matrix FM. A meta é mais ousada: 30 quilos a menos até dezembro. Igualmente, reeducação alimentar e atividades físicas na rotina.

BOA IDEIA

O locutor e escritor Márcio Ribeiro, da Difusora AM, tem se destacado com o tipo de postagem que faz no Facebook. Sempre munido de recurso audiovisual que registra fotos, ele leva para a rede social imagens com pessoas de sua consideração. Nessa semana, por exemplo, registrou reencontro com Chico de Assis, o "poeta", locutor que se destacou no rádio de Assis nos anos 1980 e 1990. Chicão foi meu primeiro chefe, na equipe de esportes da Cultura AM em 1985.

SEM IDEIA

Nenhuma emissora de rádio de Assis transmitiu, até agora, os jogos do Assisense pela Segundona do Campeonato Paulista. Domingo passado foi irônico ouvir as equipes de esportes das rádios Menina AM e Difusora AM, de Olímpia, mandando mais recados para ouvintes de Assis do que da própria cidade. "Recorde absoluto de audiência na história da rádio", salientou o narrador da Menina AM.

SEM IDEIA II

A audiência dos torcedores assisenses já havia sido percebida no jogo Paulistinha 1x1 Assisense, quarta-feira passada, em São Carlos. A rádio São Carlos AM igualmente recebeu uma avalanche de e-mails e postagens no Facebook originárias de ouvintes de Assis.

PREÇO

Também no Facebook foram feitas postagens relacionadas ao preço que outros clubes da Segundona cobram pelos ingressos em seus estádios. Um dos exemplos remetia à Portuguesa Santista, que estabeleceu valores que variaram entre R$ 20 e R$ 30 (inteiras) para os ingressos. A crítica dos autores das postagens tinha como alvo aqueles que reclamaram do reajuste de R$ 10 para R$ 15 no valor do ingresso para jogos no Tonicão. A diferença, contudo, é que estádios como o "Ulrico Mursa", em Santos, têm arquibancada coberta e são infinitamente mais confortáveis que o Tonicão.

PREÇO II

Aqueles que pesquisaram o preço praticado por outros estádios da Segundona poderiam ter se atentado ao caso do Tupã. Aquela cidade é menor do que Assis mas mantém a terceira melhor média de público do campeonato. Sábado passado, na vitória sobre o Cotia, 2.502 pessoas pagaram ingressos para entrar no estádio "Alonso Carvalho Braga". Desse total, 1,919 torcedores pagaram R$ 8 para ver o jogo. A renda, para o clube, foi de R$ 21.502,00. Em tempo: o ingresso mais caro em Tupã é de R$ 30, ou seja, nem por isso a torcida deixa de apoiar o time.

REFORMA

O projeto de adequação do estádio Tonicão às normas estabelecidas pela Federação Paulista de Futebol está sendo ingenuamente confundido com a intenção de reforma geral para 2014. Aprovado pela Câmara Municipal nessa semana, o projeto elaborado pela Prefeitura prevê investimento de R$ 120 mil em detalhes como acessibilidade e vigilância sanitária. É que a fiscalização sobre esse tipo de serviço ocorre no final de cada ano e, portanto, caso a reforma não fosse feita agora, no segundo semestre, o Tonicão corria o risco de ser vetado para receber competições oficiais no ano que vem.

REFORMA II

A reforma geral do estádio está sendo planejada para execução em parceria com a iniciativa privada. Depende, contudo, do andamento do Assisense na Segundona deste ano. Caso consiga o sonhado acesso à Série A-3, inédito em sua história, o time da cidade precisará de estádio com sistema de iluminação para a realização de jogos no período da noite. Com acesso garantido ou não, o gramado do Tonicão deverá ser trocado.

UNIVERSO DA BOLA

Minha amiga Ana Clotilde Williams, da Northwestern University, de Chicago, nos Estados Unidos, volta ao Brasil nessa semana. Em São Paulo, lança nessa quarta-feira, dia 4, o livro "O jogo narrado - Um cruzamento linguístico-cultural da locução de futebol no Brasil,e na França". O evento acontece às 18h30 na Livraria Martins Fontes (Avenida Paulista, 509), onde a autora receberá os amigos e irá autografar a obra, fruto de sua tese de doutorado.

CREDIBILIDADE

A versão online do Jornal da Segunda, de Assis, atingiu 1 milhão de acessos às 15h40 de domingo.

PAUSA

Compromissos na Universidade Federal de Campina Grande, na minha querida Paraíba, tiram-me de Assis de sexta, dia 6, até a outra sexta-feira, dia 13. Terei, portanto, de interromper as postagens aqui no Blog nesse período.

CÁ ENTRE NÓS...

... litro do leite a R$ 3?

Nenhum comentário :