Jovem Pan Online - RSS

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

SEGUNDA FASE - Atlético Assisense estreia domingo recebendo o São Carlos no Tonicão

Cláudio Messias*

O Atlético Assisense já tem adversário definido para esse domingo, na abertura da Segunda Fase da Segundona 2015. O Falcão do Vale reencontra o São Carlos, clube com quem duelou no inesquecível ano de 2004, ocasião em que a equipe de Assis quase subiu para a Série A-3. 

Como são seis clubes que integram o Grupo 5, cada agremiação terá 5 confrontos no primeiro turno e outros 5 no returno. Isso significa que o Atlético Assisense fará três jogos em casa, no Tonicão, no turno inicial. Oportunidade para os comandados por Carlos Alberto Seixas cumprirem com o dever de casa e, na base de vitórias como mandante e ao menos empate como visitante, somar valiosos e estratégicos 11 pontos, para, então, decidir a sorte no returno.

Suposições à parte, Atlético Assisense x São Carlos é jogo para as 10 horas desse domingo, no estádio Tonicão. Os ingressos devem ser colocados à venda nessa quarta-feira. Fala-se em 3 mil bilhetes comercializados, podendo haver novo recorde de público do Falcão do Vale no ano. Os valores ainda serão confirmados pela diretoria do clube.

O conselho técnico reunindo representantes dos 12 clubes classificados para a Segunda Fase aconteceu nessa tarde de segunda-feira, na sede da Federação Paulista de Futebol. Atendendo a pedido das diretorias dos clubes mandantes, dois confrontos estão confirmados para a tarde de sábado, um deles interessando diretamente ao Atlético Assisense: Grêmio Prudente x Olímpia, no estádio Prudentão, e Noroeste x São Bernardo, em Bauru, ambos às 16 horas. Grêmio Prudente e Olímpia estão no mesmo Grupo 5 e na Primeira Fase fizeram duas das melhores campanhas do torneio.

A primeira rodada será completada, para o Grupo 5, com o jogo Jabaquara x Taboão da Serra, em São Paulo, às 10 horas da manhã do próximo domingo.

Havia especulação de que a Federação poderia programar jogos para os meios de semana, o que não se confirmou no conselho técnico dessa tarde. Ficou a critério dos dirigentes pedir, com antecedência protocolar prevista em Regulamento, a antecipação de jogos para o meio de semana, desde que por motivos justificáveis e não coincidindo com a última rodada do returno, quando todos os jogos são realizados às 10 horas de domingo.

Nessa sequência, o Atlético Assisense fará, na vigésima rodada, dia 29 de agosto, um sábado, visita ao Taboão da Serra. Na semana seguinte, dia 6 de setembro, um domingo, recebe o Olímpia, às 10 horas, no estádio Tonicão. Depois, no sábado, dia 12 de setembro, reencontro com o Grêmio Prudente, no Prudentão, às 16 horas. E, por fim, encerramento do primeiro turno contra o Jabaquara, em Assis, no domingo, dia 20 de setembro, no Tonicão.

Conforme o blogueiro havia analisado nesse domingo, é preferível, nessa fase decisiva, fazer três jogos como mandante no primeiro turno. E deu exatamente essa sequência para o Atlético Assisense, que receberá São Carlos, Olímpia e Jabaquara jogando em seus domínios, no Tonicão. Condições totais de obter os especulados 11 pontos, fruto de três vitórias em casa e dois empates fora. Na pior das hipóteses, considerando a excelente campanha do temido Olímpia, um empate em casa com esse bicho-papão, o que exigiria descartar a hipótese de derrota para o Grêmio Prudente, fora. Em eventual vitória sobre o favorito Olímpia, aí sim, gordura para queimar frente ao Grêmio.

No universo das lógicas matemáticas que envolvem a projeção de campanhas de clubes que ano a ano disputam a Segundona Brava essa Segunda Fase deve, na opinião do blogueiro, que há 32 anos acompanha as divisões intermediárias do Campeonato Paulista, ter os 4 clubes com vaga na próxima Série A-3 somando em torno de 17 a 21 pontos. Para efetivamente subir é necessário vencer os confrontos como mandante e buscar 3 pontos fora de casa ao menos uma vez no primeiro e no segundo turno. Pura teoria, claro, mas, igualmente, parte de uma retórica mínima cujo discurso aponta: a regularidade está na suficiência de somar pontos, reconhecendo que há jogos em que, mesmo como mandante, é preciso estabelecer o empate em casa como bom resultado e a derrota, fora, igualmente assimilável.

Blogueiro continua confiante no trabalho de Carlos Alberto Seixas e sua sábia comissão técnica. Prevalece, contudo, a razão falando sobre a emoção, de maneira que querer o Atlético Assisense com uma das duas vagas do Grupo 5 acaba sendo parte da necessária utopia do futebol, uma vez que a lógica, até aqui, mostra Olímpia e Grêmio Prudente um patamar à frente para decidir quem fará a final do certame. Falcão do Vale, nesse ínterim, correndo por fora, com grandes chances, brigando, sucessivamente, com Jabaquara, Taboão da Serra e São Carlos. Esses quatro tendem a depender de escorregadas de Olímpia e Grêmio Prudente para, de repente, abocanhar a segunda vaga. E, convenhamos, escorregadas históricas é o que mais Grêmio Prudente e Olímpia têm dado nas últimas temporadas.

No Grupo 4 a composição da tabela também favoreceu Noroeste e Inter de Bebedouro, forças respeitáveis nessa Segunda Fase. O embalado São Bernardo terá, logo de cara, pedreira frente ao Noroeste, em Bauru, nesse sábado. Tiraria ponto importante caso obtivesse empate e mudaria toda a lógica de favoritismo caso saia com três pontos, uma vez que terá, ainda, dois jogos como manante no primeiro turno e irá para o returno com 3 jogos no estádio Baetão, em São Bernardo do Campo. Vale ressaltar que o Noroeste, apesar da liderança de sua chave na Primeira Fase, apresentou campanha irregular, ao ponto de vencer apertado (3x2) o eliminado Tanabi, domingo, no estádio Alfredo de Castilho.

Noroeste e Inter de Bebedouro fazendo, portanto, três jogos como mandantes no primeiro turno. Primeira rodada favorece mais a Inter, que no domingo receberá, no estádio Sócrates Stamato, em jogo com expectativa de recorde de público do ano na Segundona, o irregular Fernandópolis. Time de Bebedouro com amplas chances da abrir a Segunda Fase na liderança da chave.
O Conselho Técnico foi comandado pelo presidente
da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos

Representantes dos 12 clubes classificados para a Segunda Fase compareceram
ao Conselho Técnico, realizado na sede da Federação
Paulista de Futebol, em São Paulo

* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.


Nenhum comentário :