Jovem Pan Online - RSS

sábado, 29 de agosto de 2015

DEMOGRAFIA - Região de Governo de Assis cresce 'uma Tarumã' em 5 anos

Cláudio Messias*

A estimativa de população dos 5.570 municípios brasileiros, cuja divulgação oficial foi feita nessa sexta-feira, 28, permite um comparativo com o Censo Demográfico 2010. Trata-se de um parâmetro para saber quais municípios tiveram sua população aumentada ou diminuída nos últimos 5 anos.

A região de governo de Assis, vinculada à Região Administrativa de Marília, possui 13 municípios agregados. No Censo de 2010 a população total dessa parte situada a Sudoeste do Estado de São Paulo era de 239.922 habitantes. Nessa sexta-feira os novos números do IBGE mostraram que o denominado Médio Vale tem 254.269 habitantes.

Nos últimos cinco anos, portanto, a população da região de governo de Assis aumentou, em perspectivas oficiais, em 14.347 habitantes. É o equivalente à população estimada, hoje, do município de Tarumã, que segundo o IBGE pode ter 14.205 moradores estabelecidos.

Se fosse feito um ranking desses 13 municípios que compreendem o Médio Vale capitaneado por Assis a cidade-sede da região de governo lideraria com 101.597 habitantes projetados. É quase três vezes a população da segunda colocada Paraguaçu Paulista, que teria 44.794 moradores.

Algumas cidades destacam-se pelo registro de aumento significativo no número de moradores. Tarumã, Cândido Mota, Palmital e Paraguaçu Paulista viram seu contingente populacional ser acrescido por número superior a 2 mil habitantes em meia década. Ênfase, claro, para a pequena notável Tarumã, que tem metade das populações de Paraguaçu e Cândido Mota mas que igualou o avanço de 2 mil novos moradores no período de 5 anos.

Algo, porém, ocorre na região limítrofe entre os estados de São Paulo e Paraná, no setor Sul. É de lá a incidência de dois casos de municípios que estão na contra-mão da tendência de crescimento demográfico do Médio Vale. Florínia e Cruzália tiveram as populações reduzidas no comparativo com o Censo de 2010 do IBGE. Já Lutécia, que está no lado oposto, a Norte, não reduziu, mas, também, praticamente estacionou no quesito população.

Florínia tinha 2.829 habitantes em 2010 e, agora, aparece com 2.799 moradores na estimativa do IBGE. Perda de 30 habitantes. Já Cruzália tinha 2.274 moradores e, agora, aparece com 2.209, redução de 65 habitantes. Lutécia ganhou 15 moradores, passando de 2.714 habitantes em 2010 para 2.729 em 2015.

* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :