Jovem Pan Online - RSS

sábado, 29 de agosto de 2015

FIM DE JOGO - Atlético Assisense soma primeiro ponto e continua vivo na Segunda Fase

Cláudio Messias*

Na teoria, os dois adversários menos perigosos que o Atlético Assisense enfrentaria nessa Segunda Fase da Segundona 2015 foram exatamente os que lhe tiraram 5 pontos passadas duas rodadas. Depois de perder para o São Carlos (2x0), em pleno Tonicão, no domingo passado, o time de Assis visitou, nessa tarde de sábado, o Taboão da Serra. Jogo realizado em Santos, devido a punição imposta pelo TJD. Mais um embate de dificuldades extremas.

O Taboão da Serra mandou jogo no estádio Ulrico Mursa, da Portuguesa Santista. E abriu o placar aos 18 minutos iniciais, com Medina. Não há detalhes imagéticos sobre o lance, uma vez que nenhuma emissora de rádio de Assis esforçou-se o suficiente para cobrir os jogos do único time da cidade a avançar para a Segunda Fase. Nada a esperar de cobertura da parte da imprensa de Taboão da Serra, que tradicionalmente não acompanha o time.

O gol de empate do Atlético Assisense, ao menos na formalidade, permite dúbia interpretação. No placar online da Federação Paulista de Futebol aparece que o gol de empate marcado por Pedrão aconteceu logo a 1 minuto do segundo tempo. Na súmula, porém, o árbitro José Roberto Marques, em comum acordo com o quarto árbitro Filipe Buglia Cordeiro, registra que o gol dos visitantes saiu aos 49 minutos, ou seja, aos 4 minutos do segundo tempo, já que não houve acréscimos na primeira etapa.

Extremamente faltoso, o confronto em Santos teve a bola rolando durante 60 minutos. Foram cometidas 47 faltas no total, 29 delas por parte do Taboão da Serra. O time mandante também recebeu 3 dos 5 cartões amarelos do jogo. Não houve expulsões.

Encerrado o segundo jogo o Atlético Assisense soma o primeiro ponto na Segunda Fase. Sai temporariamente da lanterna, pois o último colocado Grêmio Prudente visita, amanhã, o São Carlos. Para o planejamento a longo prazo o Falcão do Vale fez bem em trazer esse primeiro ponto, pois o ideal, agora, é esquecer a derrota de domingo passado para o São Carlos e almejar, nos 8 jogos que ainda restam, uma vitória fora de casa, que compensaria o tropeço da estréia nessa fase.

Agora, os planos do técnico Carlos Alberto Seixas passam a focar o jogo de domingo que vem, em Assis, contra o Olímpia. Trata-se do Jogo do Ano para o Falcão do Vale, uma vez que sofrer mais uma derrota como mandante representaria começar a dar adeus à vice-liderança da chave e, consequentemente, à vaga na Série A-3 do ano que vem. Em eventual empate, esse resultado, por mais desastroso que possa parecer, é entendido como dentro da normalidade, justamente pelo fato de o Olímpia ser o melhor time do campeonato até aqui. Nesse caso hipotético, porém, prevaleceria a ordem obrigatória de buscar uma vitória fora de casa e, a partir de então, vencer todos os demais jogos como mandante.

Mudanças - A matemática é complicada, os adversários são difíceis, mas o Atlético Assisense continua, em produção, compatível aos demais clubes que buscam o acesso à Série A-3. Visivelmente, o técnico Carlos Alberto Seixas fez mudanças não só na escalação, mas na forma de jogar desse time que, na prática, chega às súmulas 40% reformulado. Gabriel Modesto, que começou jogando na derrota para o São Carlos, hoje começou no banco. Ao menos na impressão do blogueiro o jogador está um pouco acima do peso, ou seja, literalmente pesado, fora de ritmo. Com certeza, tende a contribuir com o time, pois comprovou saber jogar na posição e, principalmente, entender o que Seixas quer em campo. Tudo, porém, conforme o seu tempo. E desde que esse tempo não consuma mais do que 8 rodadas.

Hoje o Falcão do Vale entrou, logo de cara, com 3 alterações em relação ao time que perdeu para o São Carlos na rodada anterior. Saíram Gabriel Modesto, Magno e José Luis (nomes que constam em súmula, sem apelidos). Entraram Pedro Henrique, zagueiro, Luca Frazão, meia, e Geovani, meia-atacante. Mexidas providenciais de Carlos Alberto Seixas nos três setores fundamentais, que pareciam não falar a mesma língua, domingo passado, no Tonicão. Tendência, pois, que essa base de hoje seja mantida na próxima rodada.

Rodada - Nessa manhã de domingo outros dois jogos encerram a segunda rodada da Segunda Fase pelo Grupo 5. O Olímpia recebe o Jabaquara e o Grêmio Prudente visita o São Carlos. Pelos resultados até aqui o ideal é que o Olímpia mantenha o favoritismo e, somando três pontos, segure o Jabaquara com o mesmo 1 ponto do Falcão do Vale. No outro confronto, o empate entre São Carlos e Grêmio Prudente mantém o time prudentino na mesma pontuação e, mesmo permitindo que o São Carlos chegue aos 4 pontos e, assim, assuma isoladamente a vice-liderança da chave, o mantém em uma margem de pontuação perfeitamente passível de reversão. E, nesse caso, já pensando no returno, seria providencial que a necessária vitória fora de casa do Atlético Assisense ocorra justamente no troco ao São Carlos.

* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Nenhum comentário :