Jovem Pan Online - RSS

terça-feira, 15 de abril de 2014

Mauaense desbanca Vocem com recorde de público

Cláudio Messias*

Durou uma semana o status do Vocem como clube da Segunda Divisão que mais público levou ao estádio na abertura do certame de 2014. Seria, óbvio, necessário esperar a segunda rodada para que todas as agremiações em disputa fossem mandantes de seus jogos e, assim, o Ranking das Bilheteria ficasse justamente completo (apesar de ainda faltarem as estreias de Jacareí e Elosport em seus respectivos estádios). Agora, o Mauaense, da Grande São Paulo, é disparado o clube com mais público na Segundona. De minha parte, duvido dessa informação que vem dos anais formais da Federação Paulista de Futebol. Explico.

Na primeira rodada da Segunda Divisão de 2014 o Vocem havia levado 1.188 pessoas que, pagando ingresso, assistiram à vitória por 2x1 sobre o Presidente Prudente Futebol Clube. Não fui ao jogo, por estar em Campina Grande, e, portanto, não tenho parâmetros para afirmar se havia mais ou menos pessoas na Fonte dos Amores do que aquilo que foi oficialmente divulgado. Replico comentários de meus amigos que, torcedores do futebol de Assis, em detrimento desse ou daquele escudo, arriscam dizer que havia quase ou mais de 2 mil pessoas naquele jogo de abertura. Especulação é informalidade e, aqui, fiquemos na formalidade.

Consultando as súmulas e boletins financeiros dos jogos da segunda rodada, disponibilizados integralmente pela Federação nessa segunda-feira, fiquei surpreso com o que foi lançado a partir do confronto Mauaense 1x1 Portuguesa Santista, realizado no estádio "Pedro Benedetti", em Mauá. Naquele confronto foram colocados à venda 5 mil ingressos, sendo 2.500 entradas inteiras e 2.500 meias. Todos, mas simplesmente todos os bilhetes foram vendidos, conforme declarado no boletim financeiro, de responsabilidade do Mauaense. As entradas inteiras foram vendidas por R$ 10 e a meia, óbvio, por R$ 5, o que implicou em renda de R$ 37.500,00. As despesas totais declaradas foram de R$ 2.830,00.

Consultando materiais postados por amigos blogueiros e jornalistas esportivos que cobrem a Segundona não vi registros de contestação a esses números de 5 mil ingressos vendidos em Mauá. Fica, apenas, a mesma sensação de estranhamento, que já abateu ano passado, quando de jogos sob mando da Matonense. Naquela temporada, o time de Matão começou o ano igualmente lançando venda recorde de ingressos e estranhamente não repetiu esse desempenho, nem na quarta fase, quando ficou às vésperas de confirmar o acesso à Série A-3, divisão em que atualmente se encontra. Mistérios quantitativos que circundam esse nebuloso universo do futebol profissional gestado pela Federação Paulista de Futebol, ainda mais em se tratando da Segunda Divisão.

Enfim, fechando a análise sobre o que súmulas e boletins da segunda rodada da Segundona 2014 formalizam, o Bandeirante ficou com o segundo melhor público, sexta passada, contra o Vocem (0x2), em Birigui. O clássico registrou venda de 1.100 ingressos no estádio "Pedro Marin Berbel", quase a mesma marca que o Vocem levou ao Tonicão em seu jogo de reestreia no futebol profissional gestado pela Federação Paulista de Futebol. O Esquadrão da Fé segue, no ranking, como o segundo clube com melhor público no certamente, passadas duas rodadas.

O Atlético Assisense levou 423 torcedores ao estádio Tonicão em seu jogo de estreia. É, praticamente, a mesma média do início do ano passado. No cômputo geral da segunda rodada, o Falcão do Vale aparece com a quinta melhor bilheteria da segunda rodada, atrás de Mauaense, Bandeirante, Manthiqueira e Fernandópolis. O time de Assis cobrou R$ 10 pela entrada inteira, o que proporcionou renda de R$ 3.615,00 na vitória por 2x1 sobre o Osvaldo Cruz.

O pior público não só da segunda rodada, mas desse início de campeonato como um todo, foi registrado na goleada Taquaritinga 0x4 Guariba, testemunhado por 11 pagantes. Com entrada inteira a R$ 20, a receita gerada foi de R$ 220, o que com despesas de R$ 373 implicou em prejuízo de R$ 153 ao clube mandante que, por sinal, já esteve na Primeira Divisão décadas atrás.



Fonte: Youtube
Video postado no Youtube mostra os melhores momentos 
de Mauaense 1x1 Portuguesa, mas não tem detalhes 
sobre o público de 5 mil pagantes


*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

3 comentários :

Anônimo disse...

Seu corno do caralho, para de querer ganhar IBOPE com o vocem, seu vagabundo.

Anônimo disse...

Nossa que nervo!!

Anônimo disse...

Só acredito neste público, vendo.


Em tempo: respeito é bom, e todo mundo gosta.