Jovem Pan Online - RSS

sábado, 12 de abril de 2014

SEGUNDONA - Empate entre prudentinos dá chance de reação ao Assisense

Cláudio Messias*

Somente dois dos 39 clubes que disputam a Segunda Divisão do Campeonato Paulista de 2014 têm 100% de aproveitamento, até aqui, passada a primeira rodada e parte da segunda. Vocem e Guariba, respectivamente nos grupos 1 e 3, venceram seus dois compromissos, passam o domingo de folga e pensam nos confrontos de daqui a uma semana.

O Vocem foi a Birigui e trouxe o já conhecido placar de 2x0 sobre o arquirrival Bandeirante. O Guariba também foi visitante ingrato, enfiando 4x0 no Taquaritinga, que na primeira rodada era líder do grupo 3. Muitas revisões, portanto, a fazer nos prognósticos, cá no Blog, nessa segunda-feira, fechada a segunda rodada. O equilíbrio parece ser marca característica prevalente no certame de 2014.

A bola rolou, neste sábado, e trouxe rivalidade para dentro de campo. Em Presidente Prudente, no estádio Prudentão, o clássico prudentino Grêmio Prudente x Presidente Prudente FC. Adversários, ali, em situações antagônicas. O primo rico, Grêmio, vinha de vitória, em casa, sobre o Atlético Assisense (2x0), na estreia na competição. Já o primo pobre Presidente Prudente FC vinha de derrota para o Vocem (2x1).

Acompanhei o clássico prudentino através da ótima transmissão feita pela Rádio Comercial AM, de Prudente. Nos encharcados 90 minutos em que a bola rolou percebi um Grêmio Prudente melhor em campo, apesar de atuar parte da etapa complementar com um jogador a menos (expulso). Mas vi - ou ouvi - um Presidente Prudente FC que fundamentou o trabalho que deu ao Vocem na rodada de abertura, incomodando o favoritismo do Grêmio.

Clássico é clássico e costuma registrar emoção em todos os aspectos. No Prudentão teve, nesse sábado, gol (Grêmio Prudente) a menos de dois minutos de jogo, dois pênaltis marcados em menos de 5 minutos e chuva, muita chuva caindo do céu. O primeiro pênalti resultou no empate do Presidente Prudente FC, enquanto o segundo representou o desperdício, pelo Grêmio, de retomar a dianteira do marcador. A água em excesso que caiu do céu inundou o gramado do estádio no intervalo, interrompeu o jogo na metade da etapa complementar e ao final serviu de argumento para justificar o empate de 1x1 por ambos os lados.

O prejuízo maior ficou para o Presidente Prudente FC que, mandante, jogou com um homem a mais e não soube aproveitar a vantagem numérica. A equipe saiu da lanterna nessa segunda rodada, mas vê a possibilidade de Atlético Assisense ou Osvaldo Cruz, antes companheiros de última colocação, somar três pontos no jogo de amanhã, pela manhã, no estádio Tonicão, em Assis, e consolidar a quarta ou até mesmo a terceira colocação, dependendo do placar.

Contas - De todos os clubes do grupo 1 o Atlético Assisense foi o maior beneficiado pelo empate dessa tarde de sábado em Presidente Prudente. O Falcão do Vale precisa fazer o dever de casa frente ao Osvaldo Cruz e, confirmando a condição do visitante como agremiação mais frágil do grupo 1, aproveitar para fazer saldo de gols. Uma eventual vitória por 2x0 amanhã coloca o Falcão do Vale na terceira colocação da chave, pois nos critérios de desempate ultrapassaria o Bandeirante.

Em eventual empate, nesse domingo, o Atlético Assisense ainda continuaria vivo no torneio. Ficaria empatado com o Presidente Prudente FC, na vice-lanterna do grupo, mas uma posição atrás devido aos critérios de desempate. Na quinta colocação, permaneceria próximo à zona de classificação enquanto um dos quartos colocados passíveis de avançar para a segunda. Trabalhar com essa possibilidade, contudo, seria pensar pequeno demais.

Vocem - De olho na terceira rodada o Vocem se vê confortável no caminho que leva ao desfecho da Primeira Fase da Segundona 2014. O Esquadrão da Fé faz o derby de Assis contra o Atlético Assisense na semana que vem e em caso de mais uma vitória ficaria a apenas dois resultados positivos de carimbar passaporte para aquilo que considero outro torneio dentro do próprio campeonato, uma vez que entendo que cada uma das 5 fases é um campeonato à parte.

Entendo que com 15 pontos, nessa primeira fase, um clube garanta vaga da Segunda Fase. Imagino que a briga entre os melhores quartos colocados seja travada entre aqueles que somarem ao menos 11 pontos, podendo, nesse aspecto, haver quem no final chegue a 9 pontos ou mesmo quem tenha surpreendentes 12 pontos. Esse cálculo, contudo, terá maior precisão amanhã, quando do desfecho completo dessa emocionante segunda rodada.





*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação na ECA/USP.

Nenhum comentário :