Jovem Pan Online - RSS

terça-feira, 2 de abril de 2013

ESTADO DE ALERTA - Chuva já atinge os 30 milímetros em Assis


2 ABRIL 2013


Cláudio Messias*

O final de tarde, ontem, já anunciava a mudança climática por que passaria Assis neste segundo dia de abril. Nuvens carregadas dominaram o cenário do horizonte a Sul e, como é típico na transição verão/outono, a temperatura subiu, o ar parou (inexistência de vento) e a sensação de abafamento fez com que janelas fossem abertas e ventiladores/ar condicionado, ligados. A chuva viria, confirmavam os serviços meteorológicos.

Viria e veio. Era 5h20 quando começaram as primeiras pancadas. Durante 20 minutos, desaguou na Sucupira do Vale. A estação meteorológica mantida pela Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado na cidade marcou 16 milímetros às 6 horas da manhã. Uma hora depois a chuva foi transformada em garoa, equivalente ao acumulado de 2,5 mm. Às 8 horas, mais uma pancada de chuva, dessa vez de 10 milímetros.

Nas últimas 12 horas os termômetros também mudaram as marcações. Às 20 horas de ontem a temperatura em Assis era de surpreendentes 24 graus. Só para se ter uma ideia, no domingo, no mesmo horário, a temperatura era de 19 graus. Das 22 horas até as 6 horas da manhã os termômetros ficaram estáveis na marca dos 21/20 graus. O resfriamento provocado pela chuva reduziu a temperatura para 19 graus, marca registrada às 7 horas da manhã dessa terça-feira.

O acumulado de chuva nas últimas 4 horas supera os 30 milímetros em Assis. As imagens de satélite divulgadas às 9h20 pela Climatempo mostram mais chuva vindo do Noroeste do Paraná. Caso não perca força, essa formação chuvosa pode trazer pancadas ainda mais fortes do que as registradas desde a madrugada na cidade, que passa a ficar em estado de alerta.

Alguns pontos de alagamento já podem ser notados na cidade. A baixada da rua André Perine, no Parque Buracão, encontra-se no limite do escoamento das águas pluviais, com tampas de bueiros jorrando o excedente.

Foto: Climatempo
Foto de satélite mostra, às 9h20 (horário de Brasília), que a formação chuvosa, 
vinda a Oeste, pode estar ainda no início



*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Nenhum comentário :