Jovem Pan Online - RSS

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Atlético Assisense fecha com a Ambev e põe Pepsi e Gatorade na camisa

Cláudio Messias*

Aos poucos o Clube Atlético Assisense vai definitivamente renovando sua forma de gestão para a disputa da temporada 2014 da Segunda Divisão do Campeonato Paulista. Inscrito e confirmado para a disputa do certame, o Falcão do Vale apresentou sua proposta ao empresariado de Assis evem obtendo retorno. A novidade, nessa quinta-feira, 27, foi a confirmação de parceria com a Distribuidora de de Bebidas Messias (que fique claro, não tenho, apesar do sobrenome, nenhuma relação de parentesco com essa outra parte dos Messias, vindos igualmente de Portugal).

O acordo com a Distribuidora Messias estreitou o caminho de chegada até a Ambev, maior fabricante de bebidas da América Latina e uma das maiores do mundo. Assim, o Atlético Assisense irá expor, no uniforme, marcas de peso como a Pepsi e o Gatorade. Tais patrocinadores juntam-se à Multi-Ar, patrocinador máster do Falcão do Vale para a temporada 2014 da Segundona. Concomitantemente, a diretoria do clube de Assis negocia, agora, a exploração das placas instaladas nas laterais do gramado do estádio Tonicão.

O presidente do Atlético Assisense, Carlos Antunes Boi, disse-me via redes socais que as parcerias estão sendo firmadas mediante diálogo que ele, gestor, agradece principalmente a partir do fechamento de contrato com a Multi-Ar. De acordo com o dirigente, o fato de os proprietários da Multi-Ar terem total credibilidade não só em Assis, mas no país inteiro, confirmou que há seriedade, transparência e muito profissionalismo na nova forma de gestão do Falcão do Vale. E, claro, um bom patrocinador atrai outro, e outro, etc.

Carlos Antunes Boi já tem comissão técnica e parte do elenco de jogadores definidos. O presidente pretende apresentar o novo Falcão do Vale para a torcida logo após o Carnaval. Segundo ele, trazer equipe e comando técnico antes do Carnaval representaria, necessariamente, quebrar o ritmo para a tradicional para pelo período de festas. E, ainda de acordo com o dirigente, imediatamente após a apresentação do grupo serão  feitos os exames médicos necessários e iniciada a fase de condicionamento físico e, enfim, preparação técnica.

A equipe gestora do Atlético Assisense prefere a cautela quando questionada sobre o principal objetivo de 2014. Boi ressalta que almejar o acesso à Série A-3 trata-se de uma meta óbvia, tendo em vista tamanho apoio recebido das empresas de Assis. Seu discurso, contudo, caminha pela trajetória de iniciar um trabalho que, caso realmente leve a cidade à sonhada Série A-3, permita que daqui a exatamente um ano, já na disputa do torneio, haja condições de continuar avançando nas divisões inferiores do Campeonato Paulista.

Tenho acompanhado à distância o trabalho de Carlos Antunes Boi e de sua diretoria nessa temporada de 2014. Não recairei, aqui, no erro de fazer comparações com outras equipes que ainda buscam confirmar inscrição na Segundona. O que posso dizer é que o Falcão do Vale tem um patrocinador máster cujo proprietário é um apaixonado pelo futebol. Conheci Tiziano, o gestor da empresa, no final da década de 1990, quando em viagem a São Paulo na companhia de Ivo Guiotti, a lenda viva de Cândido Mota. Para a capital fomos, juntos, em busca da audiência pública que, realizada na Assembleia Legislativa, discutia a implantação da Lei pelo Uso da Água, hoje em vigor.

Tiziano, pois, é uma dessas lideranças que pouco aparecem e se expõem, mas que muito fazem. Sua empresa, a Multi-Ar, é um desdobramento de sua especialidade no ramo de refrigeração, dono que é da GeloSom. Gera mais de uma centena de empregos diretos, vende para o Brasil inteiro e não se expõe em colunas sociais e/ou roteiros badalados da aristocracia assisense. É justamente por isso que se encaixa, sim, no perfil do Atlético Assisense de 2014, uma equipe que come pelas beiradas, fala pouco, mas que avança muito na busca pela realização do sonho de Assis ter um digno futebol profissional.

Imagem: Divulgação
Prospecção do que tende a ser o uniforme número 1 do Atlético Assisense 
para a temporada 2014, já com parte dos patrocinadores



*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

3 comentários :

Anônimo disse...

Pare de acreditar em PAPAI NOEL Claudio,esse tal de boi só empurra bicicleta e mais nada !!!!!!!!!!!

Carlos Antunes disse...

É fácil tecer comentários maldosos sem mostrar a cara, isso demonstra que quem o faz, simplesmente esconde o que é. Ao longo dos anos sãos inúmeros os casos de oportunistas no comando do futebol Assisense. Muitos se utilizaram do esporte e do futebol especificamente para ganhar visibilidade e status visando retorno político e financeiro sem nunca pensar na cidade e em nossas crianças e jovens, sem falar daqueles omissos que só querem atirar pedras, ver o circo pegar fogo, covardes. Muitos que atualmente tecem discursos de "bonzinhos" são os mesmos que viraram as costas ao futebol da cidade e são vários anos de dificuldades, porém não deixamos a chama apagar. Nada do que esta acontecendo atualmente nos bastidores do futebol da cidade seria possível se o Assisense não tivesse participado ininterruptamente das competições da Federação Paulista de Futebol em todas as categorias, quer seja no Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional. Somente o Assisense participou de todas as categorias a que a Federação Paulista propõe a seus filiados e em Assis o Assisense é pioneiro, mesmo nos momentos de dificuldades e tenho certeza que os "anônimos" nada fizeram para ajudar, isso é próprio dos covardes...
Muitos contam estórias, nós temos histórias para contar, pois as vivenciamos. Às vezes parece que ser ético, honesto, bom caráter sejam defeitos e não qualidades e pensar assim é pequeno, aí sim muito pobre. Ao final DEUS será sempre maior do que as vaidades que tanto assolam nossa sociedade.

Anônimo disse...

Covarde é voce que deixou os jogadores passarem FOME, FORAM DESPEJADOS E FICARAM SEM TRANSPORTE PARA RETORNAREM PARA SUAS CASAS !!!!
NÃO É POSSIVEL TOCAR FUTEBOL COM MIGALHAS, COM VOCE NO COMANDO NÃO CONSEGUIU SEQUER UMA CLASSIFICAÇÃO NA PRIMEIRA FASE, SÓ ENVERGONHOU O NOME DA NOSSA CIDADE DE ASSIS NO MEIO DO FUTEBOL. DEIXE O CLUBE PARA QUEM É CAPAZ. OBS; SOU APENAS UM TORCEDOR QUE SEMPRE ACOMPANHA O NOSSO FUTEBOL....