Jovem Pan Online - RSS

sexta-feira, 15 de março de 2013

No dia do consumidor, a lista das empresas negativadas pelo Procon


15 Março 2013


Cláudio Messias*

Um dia da caça, 364 dias do caçador. Tem sido essa a lógica do mercado desde que o comércio uniu-se para ter garantias de redução do risco de calote. Me refiro ao controle de crédito, ou seja, a serviços como o SCPC e a Serasa, que dominam invasivamente a vida de todos os cidadãos na tentativa de torná-los aptos ou não a compras a prazo. Um recurso digno de países emergentes, com desconfiança sobre aqueles que mais deveriam ser confiáveis.

Pois bem. Hoje é dia desse sujeito, que corresponde à totalidade de 100% do povo brasileiro: o consumidor. Nascemos, vivemos e morremos consumindo. Da roupa para o recém-nascido ao terno de pinho, como diria o saudoso Bentinho, referindo-se ao caixão de madeira, nascemos e morremos em consumo. E é melhor para o comércio que compremos a prazo, e não à vista, pois é essa parte pobre chamada crédito que o setor varejista administra em forma de moeda paralela de subsistência.

A hegemônica Rede Globo, através da afiliada TV Tem, deu importância ao fato de mais de 40% dos consumidores possuírem algum tipo de pendência com contas não pagas no prazo. E aí vêm as aulas de economia doméstica, ensinando que não se deve gastar mais do que se ganha e que é preciso racionalidade na gestão da vida financeira pessoal. Termina a reportagem, vem o intervalo e lá está a propaganda das Casas Bahia com aquele chato do garoto propaganda que voltou ao ar depois de dez anos, gritando “você não pode perder essa promoção que a Casas Bahia programou para essa sexta-feira”. Pasmem.

A didática global foi mais além. De Marília veio o exemplo do banco de dados que cadastra os bons pagadores. Nele, quem paga as contas em dia entra numa seleta lista que garante descontos, em forma de redução de juros, para negociações futuras. Mas, já faz um ano que ouço essa história e a versão é que o sistema ainda encontra-se em fase de testes. Assim, nesse ínterim, sento, peço uma água, reflito e faço a pergunta: e quem compra à vista? Afinal, não é essa a dica da maioria esmagadora dos economistas entrevistados nos jabazões de finais e início de ano na TV, quando o assunto são os investimentos do 13º salário e a fuga do janeirão em que vence tudo, da paciência aos carnês de IPTU, IPVA e outros IPs da vida? “O mais sensato é juntar o dinheiro e comprar o artigo à vista, negociando desconto no valor bruto”, é a fala dos entrevistados. Se você paga à vista, não precisa de lista de bom pagador.

E em sentido contrário, você, raro e exceto leitor, já viu algum tipo de divulgação? Me refiro a uma lista, um ranking das empresas que são ótimas para consultar seu crédito em compras a prazo, mas péssimas para respeitar os direitos previstos em leis em um país que o mundo conhece como exemplo de desrespeito a leis. Essa lista, claro, a Rede Globo não divulga. O jornal da sua cidade, também não. As emissoras de rádio, que coisa, também não. Mas, ao contrário da cena Roberto Carlos de bermuda, cabeça de bacalhau e foto de Hugo Chavez vivo em Caracas uma semana antes da data de sua morte, muito mais do que mera especulação sobre existência essa lista é fruto de verdade. Há empresas na lista negra de domínio dos consumidores. Quem administra esse ranking? O Procon.

Estou trazendo essa informação porque o Procon de Assis pode ser, ainda em 2013, um dos 22 postos do serviço de defesa do consumidor paulista a integrar o ranking que mostra as empresas com maior índice de reclamações por parte dos consumidores. Hoje, esse serviço contabiliza as reclamações registradas presencialmente nos postos de Santo André, Jundiaí, Voruporanga, São José do Rio Preto, São José dos Campos, além da capital. Ou seja, em breve poderemos saber quais são as empresas de Assis que menos respeitam os direitos dos consumidores e/ou não cumprem com suas obrigações mínimas de atendimento, seja ele na venda ou no pós-venda.

No acumulado do ano o ranking do Procon tem o Grupo Vivo/Telefónica no topo, com 2.420 reclamações. Interessante, pois nas dez primeiras colocações da lista negra do consumo há prevalência ou de bancos ou de empresas de comunicação. São 6 de comunicação (Vivo, Claro, Tim, Net, Oi e Sky) e 3 bancos (Itaú Unibanco, Bradesco e Santander). A décima colocação fica com uma empresa de comércio eletrônico (Nova Pontocom).

Os dois rankings disponibilizados pelo Procon/SP estão listados abaixo. Quando você adentrar a um estabelecimento desses listados, saiba que da mesma forma que eles desconfiam de você, há motivos de sobra para que você venha a colocar em xeque a confiança que deposita em forma de credibilidade à marca deles:


Dados atualizados até: 15/03/2013 - 07:12:14
Ranking Geral de Atendimentos - PROCON-SP
Fonte: SINDEC
Acumulado do Ano



Acumulado do Ano: 2013
  
 Empresa/Grupo 
 Total 
1º -
 GRUPO VIVO/TELEFONICA
2420
2º -
 GRUPO ITAÚ UNIBANCO
1675
3º -
 GRUPO CLARO
1554
4º -
 GRUPO BRADESCO
1321
5º -
 TIM CELULAR S/A
1086

6º -
 GRUPO NET
955
7º -
 GRUPO OI CELULAR
815
8º -
 GRUPO SANTANDER
675
9º -
 SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA
653

10º -
 NOVA PONTOCOM COMÉRCIO ELETRÔNICO S/A
603

11º -
 ELETROPAULO METROPOLITANA ELETRICIDADE DE S PAULO
602

12º -
 B2W COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO
572

13º -
 GRUPO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
413
14º -
 GRUPO BANCO DO BRASIL
381
15º -
 MAGAZINE LUIZA S/A
340

16º -
 GRUPO CARREFOUR
284
17º -
 RICARDO ELETRO DIVINÓPOLIS LTDA
284

18º -
 SAMSUNG ELETRONICA DA AMAZONIA LTDA
283

19º -
 VIA VAREJO S/A
273

20º -
 CIA DE SANEAMENTO BASICO DO ESTADO DE SAO PAULO
256

21º -
 MOTOROLA INDUSTRIAL LTDA
231

22º -
 GRUPO AMIL
214
23º -
 NOVA CASA BAHIA S/A
200

24º -
 BV FINANCEIRA SA CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO
198

25º -
 NEXTEL TELECOMUNICACOES LTDA
197

26º -
 ELECTROLUX DO BRASIL S/A
195

27º -
 GROUPON SERVIÇOS DIGITAIS LTDA
194

28º -
 GRUPO CITIBANK
190
29º -
 LG ELECTRONICS DA AMAZONIA LTDA
182

30º -
 GRUPO MABE
179
Fonte: Procon/SP

Sessenta Dias



Últimos Sessenta dias
  
 Empresa/Grupo 
 Total 

1º -
 GRUPO VIVO/TELEFONICA
2050
2º -
 GRUPO ITAÚ UNIBANCO
1409
3º -
 GRUPO CLARO
1316
4º -
 GRUPO BRADESCO
1078
5º -
 TIM CELULAR S/A
922

6º -
 GRUPO NET
810
7º -
 GRUPO OI CELULAR
686
8º -
 GRUPO SANTANDER
549
9º -
 SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA
533

10º -
 ELETROPAULO METROPOLITANA ELETRICIDADE DE S PAULO
517

11º -
 NOVA PONTOCOM COMÉRCIO ELETRÔNICO S/A
473

12º -
 B2W COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO
459

13º -
 GRUPO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
350
14º -
 GRUPO BANCO DO BRASIL
323
15º -
 MAGAZINE LUIZA S/A
290

16º -
 VIA VAREJO S/A
265

17º -
 SAMSUNG ELETRONICA DA AMAZONIA LTDA
252

18º -
 GRUPO CARREFOUR
236
19º -
 RICARDO ELETRO DIVINÓPOLIS LTDA
227

20º -
 CIA DE SANEAMENTO BASICO DO ESTADO DE SAO PAULO
220

21º -
 MOTOROLA INDUSTRIAL LTDA
191

22º -
 GRUPO AMIL
183
23º -
 ELECTROLUX DO BRASIL S/A
166

24º -
 LG ELECTRONICS DA AMAZONIA LTDA
164

25º -
 BV FINANCEIRA SA CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO
162

26º -
 GROUPON SERVIÇOS DIGITAIS LTDA
160

27º -
 SOCIEDADE COMERCIAL E IMPORTADORA HERMES S/A
157

28º -
 GRUPO MABE
155
29º -
 NEXTEL TELECOMUNICACOES LTDA
155

30º -
 GRUPO CITIBANK
146

*Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Um comentário :

Anônimo disse...

It's going to be end of mine day, but before finish I am reading this impressive piece of writing to increase my know-how.

my webpage :: Www.prweb.Com