Jovem Pan Online - RSS

sábado, 3 de outubro de 2015

SEGUNDONA BRAVA - São Carlos vence Grêmio Prudente e depende do Atlético Assisense para festejar acesso

Cláudio Messias*

O mundo do futebol dá voltas. E surpreende. Enquanto alguns rivais dizem que o Atlético Assisense só tem tabela a cumprir, daqui pra frente, na Segundona 2015, o jogo do time de Assis, nesse domingo (10h00), no estádio Tonicão, frente ao Taboão da Serra, ganha um tempero a mais. O blogueiro explica.

Nessa tarde de sábado foi disputada a única partida que, válida pela 25.a rodada, no returno da Segunda Fase, não estava programada, na tabela, para o domingo e envolvia o Grupo, do Atlético Assisense. O líder da chave São Carlos foi a Presidente Prudente visitar o Grêmio e, com uma vitória, daria passo importante para carimbar, desde já, vaga na Série A-3 de 2016.

O jogo foi equilibrado, mas aos 40 minutos finais William Dias fez a festa do São Carlos, que com a vitória por 1x0, em pleno estádio Prudentão chegou aos surpreendentes 19 pontos. Ao Grêmio Prudente restou amargar mais um tropeço, ver cada vez mais distante o sonho do acesso e, pior, saber que a distância em relação a Olímpia e Taboão da Serra só tende a aumentar, faltando três rodadas para o desfecho da Segunda Fase.

A ironia do futebol mostra um São Carlos que, hoje, depende do Atlético Assisense para garantir, com três rodadas de antecedência, a classificação para a Série A-3. O time de Assis entra em campo amanhã, no Tonicão, recebendo o Taboão da Serra, atual quarto colocado do Grupo 5. Os visitantes somam 8 pontos e, caso vençam, chegam a 11, ficando a 8 pontos do São Carlos e, assim, com chances matemáticas de superar o rival e atual líder geral da Segunda.

No primeiro turno da fase atual houve empate no confronto entre Atlético Assisense e Taboão. Caso esse placar se repita o São Carlos também faz a festa, pois o Taboão somaria apenas 9 pontos no total, ficando a 10 do líder São Carlos.

Quem também passa a torcer por uma vitória do Falcão do Vale nesse domingo é o Grêmio Prudente, que assim continuaria apenas um ponto atrás do Taboão. Mas, para as rezas do time prudentino darem certo, é preciso secar, também, o Olímpia, atual vice-líder do Grupo 5, com 11 pontos. Olímpia que amanhã visita o irregular Jabaquara, vice-lanterna com 5 pontos.

Aritmética - Já as contas para o Atlético Assisense exigem combinações de resultados. O time de Assis tem, sim, chances de buscar vaga na Série A-3. Ainda, portanto, não está simplesmente cumprindo tabela. Precisa, nesse ínterim, vencer os 4 jogos que lhe restam e, ainda, secar o Olímpia, vice-líder, para que este, junto com Taboão da Serra, Grêmio Prudente ou Jabaquara, não somem mais do que 14 pontos até o final da fase.

Com apenas 2 pontos na soma geral, o Atlético Assisense pode, no máximo, chegar a 14 pontos. Em eventual vitória sobre o Taboão, amanhã, chega aos 5 pontos e, na milagrosa combinação de resultados, teria de secar o Olímpia, para que esse perca para o Jabaquara. Caso isso ocorra, a diferença de pontos entre o Falcão do Vale e o vice-líder cairia para 6 pontos, faltando 3 jogos, ou 9 pontos em disputa.

Essas duas combinações de resultados colocariam fogo no confronto da semana que vem, quando o time de Assis visita o Olímpia. E como o futebol reserva surpresas além da fronteira do imaginável, uma vitória em Olímpia faria o Falcão do Vale voltar a Assis para receber, na penúltima rodada, o Grêmio Prudente. Aí, sim, uma vitória recolocaria os comandados de Carlos Alberto Seixas na briga pela vaga, em uma embolada última rodada em que não bastará, ao classificado, vencer para garantir a vaga, precisando conferir pelo menos outros dois resultados da mesma rodada.

Futebol, pois, é a junção de razão e emoção. A razão mostra um Atlético Assisense praticamente sem chances, amargando a lanterna do Grupo 5. São, apenas, 2 pontos somados, o que dá essa sensação de que tudo está perdido. Mas, olhando friamente a tábua de classificação, aparecem os elementos que, emocionais, permitem sonhar. Esses mesmos 2 pontos distanciam o time de Assis apenas 9 pontos do vice-líder Olímpia, havendo, ainda 12 pontos em disputa. É daí que nasce a esperança.

Mesmo que não classifique, e isso é factível, o Falcão do Vale tem, ao menos, a oportunidade de beliscar seus adversários diretos. Já tirou 2 pontos que desequilibraram o Grêmio Prudente, no primeiro turno dessa mesma Segunda Fase. E os quatro últimos adversários, nessa reta final, dependem de vitórias sobre nosso time para manterem-se na briga pelo acesso. Há, pois, empates que poderão ter gosto de vitória para Assis e sabor amargo de derrota para os algozes. Que o diga, agora, o São Carlos, de olho no placar do Tonicão nesse domingo.

* Professor universitário, historiador e jornalista, é mestre e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.


Nenhum comentário :